(Superliga B) Para embalar de vez, JF Vôlei recebe o invicto Botafogo

O JF Vôlei recebe o Botafogo, neste sábado, às 18h, no ginásio da faculdade de educação física da UFJF, pela 5ª rodada da Superliga B. Com quatro pontos e ocupando a 5ª colocação, o time mineiro quer vencer para encostar no G-4, enquanto o Alvinegro carioca, hoje na vice-liderança, com dez pontos, quer manter a invencibilidade e alcançar a ponta da tabela. 

Embalado pela vitória sobre o São José Vôlei, no interior paulista, o JF Vôlei quer conquistar o segundo resultado positivo, ainda mais atuando dentro de seus domínios. O técnico Marcão acredita na evolução da equipe, que conta com um elenco bastante jovem, mas com potencial para querer ir mais longe na competição. 

“Estamos muito tranquilos quanto ao andamento, e quanto ao que temos que melhorar, que é o ponto chave. Pouco a pouco o resultado vai acabar aparecendo, estamos cientes disso, é o principal objetivo”, disse o técnico Marcão. 

“A expectativa é de jogarmos melhor do que no último jogo e colocarmos em prática tudo que a gente tem feito nos treinos. Podemos dar mais um passo para o nosso objetivo, que é acabar a fase classificatória com quatro vitórias. A torcida pode esperar um jogo melhor do que no último contra o Botafogo, pela Copa Trade, pois os dois times estão em outro ritmo”, afirmou o central Symon. 

Pelo lado do Botafogo, a vitória, no tie-break, sobre o Anápolis Vôlei, mostrou que a equipe está no caminho certo. Diante do JF Vôlei, independente de jogar fora de casa, o objetivo é conquistar a vitória e seguir na perseguição a Apan/Blumenau (hoje líder, com 12 pontos e 100% de aproveitamento). 

“Seguimos rescendo. A úlltima vitória foi muito importante para mostrar a força do nosso grupo como um todo, com a participação de muitos atletas vindo do banco. Nosso elenco está entre os melhores da Superliga B, consegue extrair bem essa mescla entre a juventude e a experiência e vai continuar na mesma pegada para conquistar o acesso e o título”, declarou o levantador Vitor Gelli, que ainda falou do adversário. 

“Jogamos duas vezes contra o Juiz de Fora, no Carioca e na Copa Trade, e vencemos as duas. A equipe deles mudou um pouco, mas continua com a mesma base e acredito que o entrosamento tenha aumentado. Sabemos que é um time difícil de ser batido, tem um bom volume de jogo e uma torcida que comparece. Eles virão para um jogo mais arriscado e nós precisaremos de atenção”, completou. 

Foto: Juliana Kageyama

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações