(Superliga B) Botafogo bate Apan/Blumenau e assume liderança

Contando com o apoio da torcida no ginásio Oscar Zelaya, o Botafogo derrotou a Apan/Blumenau por 3 sets a 1, parciais de 20/25, 25/21, 25/19 e 25/21, pela 6ª rodada da Superliga B. Com o resultado, o Alvinegro carioca assumiu a liderança, com 16 pontos, e virou o único invicto da competição, enquanto os catarinense perderam sua primeira partida e caíram para a 2ª posição, com 15 pontos. 

Os visitantes começaram melhor, abriram 6 a 10 e obrigaram o técnico Walner Santos a parar o jogo. Com boa participação do bloqueio e viradas de bola precisas, o time carioca chegou ao empate em 19 a 19, porém, na continuação, a Apan/Blumenau foi melhor e venceu por 20 a 25. O Botafogo começou melhor a segunda etapa, mas logo sofreu a virada e se viu atrás por 15 a 17. Walner mandou Pedrão e Tiago à quadra nos lugares de Vitor e Salles, e a mudança surtiu efeito. Melhor para o oposto Renan, que, mais entrosado com o levantador desde as categorias de base alvinegra, cresceu no jogo e assumiu o protagonismo no ataque. Foi dele os últimos cinco pontos para dar números finais ao set: 25 a 21. 

Confiante, o Botafogo fez uma excelente terceira etapa e chegou a abrir 22 a 14. O ritmo caiu no fim, porém, nada que comprometesse a virada com a parcial de 25 a 19. A partida voltou a ganhar equilíbrio na sequência, mas os alvinegros souberam administrar a vantagem que variou entre dois e quatro pontos até o final. Com partipação excelente dos centrais Mudo e Pedrão, e alto poder decisivo de Renan, o time fez 24 a 21 e ficou muito próximo da vitória. Porém, o último ponto veio no bloqueio do capitão Vítor Gelli, que passou energia do banco de reservas desde que foi substituído e jogou junto o tempo todo. 

“Não começamos no melhor ritmo, mas as coisas começaram a encaixar no segundo set. Meu entrosamento com o Tiago foi fundamental para eu crescer na partida, jogamos desde 2016 juntos, treinamos sempre no mesmo time e a gente se entende bem. O Lorena, que é meu ídolo desde que eu comecei a jogar, também foi um cara excepcional durante a semana. Me passou muita confiança, estudou o bloqueio adversário junto comigo e me deu dicas importantes. Depois de seis batalhas, conseguimos, enfim, assumir a liderança do campeonato e temos mais uma pela frenta para confirmar a classificação em primeiro. Depois, nos playoffs, tudo isso fica pra trás e vamos em busca do título”, disse o oposto Renan. 

O Botafogo volta a quadra no dia 9 de março, às 19h, quando recebe a APAV Vôlei, novamente no ginásio Oscar Zelaya, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, às 20h, a Apan/Blumenau enfrenta o Lavras Vôlei, no ginásio Galegão. 

foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro