(Superliga) No Taquaral, Fiat/Minas supera Vôlei Renata e sobe na tabela

Em pleno ginásio Taquaral, o Fiat/Minas derrotou o Vôlei Renata por 3 sets a 0, parciais de 25/21; 25/19 e 25/20, em jogo válido pela segunda rodada do returno da Superliga 2018/2019. Com o resultado, o clube mineiro chegou aos 20 pontos e subiu par AA 6ª colocação, enquanto o time de Campinas parou nos mesmos 20 pontos, para segue no 5º lugar devido aos critérios de desempate. 

Assim como esperado, o equilíbrio predominou durante o começo da partida. As equipes trocaram pontos e o placar seguiu igual (7 a 7). Os visitantes, no entanto, conseguiram marcar o ataque campineiro e abriram boa diferença (14 a 11). Com o oposto Dani inspirado, o Vôlei Renata tentou reagir, colocando o adversário em dificuldade. Mesmo assim, o Fiat/Minas soube aproveitar a diferença e fechou a parcial por 25 a 21. 

No segundo set, o Fiat/Minas foi ainda melhor. O Vôlei Renata até começou bem e equilibrou a parcial até 12º ponto. A partir daí, os comandados do técnico Nery Tambeiro não deram mais chances para o time de Campinas. Com um entrosamento muito forte do levantador Marlon, do central Flávio e do oposto Felipe Roque, o time fez 25 a 19. 

No terceiro set, o Fiat/Minas abriu vantagem logo de cara (4 a 1), o que obrigou o técnico adversário a parar o jogo. A ação fez pouca diferença, e o Fiat/Minas seguiu à frente no placar o tempo todo. Após a metade do set, o time de Campinas se acertou e equilibrou o set 16 a 15. Porém, muito consistente no setor ofensivo e bem seguro no bloqueio, o Fiat/Minas impôs o seu ritmo e dominou o adversário mais uma vez. Quando a bola passava pelo bloqueio de Bob, Cledenilson, Honorato, Roque ou Flávio, os líberos Maique ou Rogerinho pegavam tudo no fundo de quadra. Sem força de reação, o adversário se perdeu em quadra e no jogo. Melhor o tempo todo, o Fiat/Minas garantiu a vitória, ao fazer: 25 a 20. 

“A gente vem em uma crescente muito boa e trabalhamos bastante para isso. Hoje, conseguimos impor um ritmo de jogo muito forte e estudamos bastante o adversário, com isso, seguramos o time deles e vencemos o jogo. Vamos continuar o trabalho e cresceremos ainda mais na temporada”, comentou o oposto Felipe Roque. 

“Foi difícil, um jogo complicado. Não dá pra tirar o mérito deles, que tiveram muita qualidade na virada de bola. Não é fácil jogar atrás o tempo inteiro. Ficou o sentimento de que podíamos ter rendido um pouquinho mais, apesar de termos lutado”, comentou o central Vini. 

Pela Superliga, o Fiat/Minas só volta a quadra na terça-feira, dia 29, às 17h, contra o São Judas Voleibol, na Arena, em Belo Horizonte. Já o Vôlei Renata joga no dia 30, às 21h30min, diante do EMS Taubaté/Funvic, no ginásio Abaeté. 

Equipes:

Vôlei Renata: Demián Gonzalez, Dani, João Paulo Tavares, Temponi, Vini, Michel e Lukinha (líbero)
entraram: Renan, Bello, Melqui e Daisel
técnico: Horacio Dileo

Fiat/Minas: Marlon, Felipe Roque, Flávio, Cledenilson, Honorato, Bob e Maique (líbero)
entraram: Davy, Mateus, Rogerinho e Piá
técnico: Nery Tambeiro

foto: Luciano Claudino/Vôlei Renata

Comentários