(Superliga) Copel Telecom/Maringá surpreende Sesc-RJ na Jeunesse Arena

Na rodada inaugural do returno da Superliga 2018/2019, o Copel Telecom/Maringá surpreendeu ao vencer o até então líder Sesc-RJ por 3 sets a 1, parciais de 25/21, 23/25, 23/25 e 22/25, na Jeunesse Arena. Com o resultado, a equipe paranaense segue na 6ª colocação, agora com 20 pontos, enquanto os cariocas pararam nos 27 pontos e caíram para a 3ª posição na tabela. 

Mostrando sua força e aproveitando o fator local, o Sesc-RJ começou melhor a partida. Com destaque para o oposto Wallace (14 pontos em todo o jogo), os cariocas foram abrindo vantagem e venceram o primeiro set por 25 a 21, O Copel Telecom/Maringá não se intimidou e seguiu forçando o saque, com destaque para o ponteiro Vini, que fez dois aces e ajudou a equipe visitantes a vencer por 23 a 25. 

Com 1 a 1 em sets, o equilíbrio se manteve no terceiro set, com as duas equipes buscando cada bola como se fosse a última. Quem esteve presente no ginásio ou acompanhou pela internet, viu um duelo bem disputado e com a definição da parcial sendo definida nos detalhes: 23 a 25 para os paranaenses. Quem esperava um jogo fácil para os cariocas viu o Copel Telecom/Maringá mostrando porque é uma das revelações da Superliga e os comandados de Alessandro Fadul fizeram por valer sua fama e venceram o quarto período por 22 a 25. 

“Estamos muitos felizes, estamos trabalhando. Merecemos essa vitória (...) Nosso time está melhorando, evoluindo no bloqueio e quem vem entrando vem aproveitando para ajudar no passe e no saque. Ganhar de uma equipe tão forte quanto o Sesc-RJ nos dá uma motivação mais ainda”, declarou o central Johan. 

“Não chega a ser uma surpresa nem para mim, nem para o grupo. Sabemos do desempenho que estamos tendo nos treinamentos, no dia a dia, e temos consciência do nível em que podemos chegar. Sabemos das nossas falhas e dos pontos fortes e estamos conscientes e confiantes no nosso trabalho”, afirmou o técnico Alessandro Fadul. 

“Eles nos forçaram a rodar muito o time, jogaram bem com os ponteiros e nos colocaram em dificuldades. É mais uma demonstração do equilíbrio da competição, de que não há favorito e vai ser assim até o fim. Agora é hora de ‘arrumar a casinha’ porque temos uma decisão na semana que vem”, declarou o técnico Giovane Gavio. 

Equipes:

Sesc-RJ: Thiaguinho, Wallace, Tiago Barth, Maurício Souza, Djalma, Japa e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Everaldo, Alexandre Elias, Ramme e PV
técnico: Giovane Gávio

Copel Telecom/Maringá: Rodrigo Ribeiro, Lucas Borges, Hugo, Daniel, Deivid, Johan e Mario Júnior (líbero)
entraram: Daniel, Vini, Vinicius Silveira
técnico: Alessandro Fadul

foto: Luciano Belford

Comentários