Trentino vence Lube Civitanova e conquista pela quinta vez o Mundial de Clubes

Depois de um hiato de seis anos, o Diatecx Trentino, da Itália, voltou a conquistar o Mundial de Clubes ao vencer o Cucine Lube Civitanova por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 22/25, 25/20 e 25/18. Com o título desta edição, que ocorreu na Polônia, o Trentino levantou a taça por cinco oportunidades, sendo a nona de equipes italianas, que não ficavam com a medalha de ouro desde 2012. 

O Trentino assumiu a dianteira logo no início do primeiro set e manteve o controle da parcial, conseguindo um final relativamente confortável, com destaque para Lisinac e Kovacevic, que ajudaram a equipe do técnico Angelo Lorenzetti a vencer por 25 a 20. No segundo set, o Lube Civitanova equilibrou as ações e o placar chegou a ser de 22 a 2, quando Stankovic e Simon começaram a bloquear tudo e confirmaram a vitória por 22 a 25. 

O Trentino começou melhor a terceira parcial, conseguindo colocar boa vantagem no placar: 16 a 13, porém o Lube Civitanova se recuperou e virou o jogo para 16 a 17. No final, quando se esperava novamente um grande equilíbrio, o oposto Vettori apareceu, assim como Candellaro para colocar o Trentino novamente na frente e fechar o set em 25 a 20. O quarto set se transformou em um anticlímax, com o Trentino mostrando um forte volume de jogo e o MVP do campeonato, Aaron Russel anotando muitos pontos (20 em toda a partida), fechou o duelo em 25 a 18. 

“Foi um super jogo, estamos muito felizes com o resultado. Lube foram os favoritos para ganhar o título. Mostramos que podemos jogar vôlei em alto nível. Queremos jogar muito bem em todos os torneios Eu não conto quantos títulos do melhor libero eu tenho, mas é sempre bom ser reconhecido. Eu treino o tempo todo para ficar em um nível alto e ajudar meus colegas de equipe”, declarou o líbero Grebennikov. 

“Estamos felizes com o resultado e a vitória. Esperávamos uma partida difícil, com longos sets e comícios. Jogávamos bem, queríamos vencer. Foi um torneio longo e estamos felizes por sermos os melhores”, disse o oposto Vettori. 

Na disputa do 3º lugar, o Fakel Novy Urengoy, da Rússia, derrotou o Asseco Resovia Rzeszow, da Polônia, por 3 sets a 1, parciais de 19/25, 25/20, 25/23 e, 25/23. Quanto a seleção do Mundial de Clubes, o Trentino levou quatro prêmios (MVP para Aaron Russell, levantador para Gianneli, ponteiro Kovacevic e líbero Grebenniko); o Lube teve três premiados (oposto para Sokolov e centrais para Simon e Stankovic). Enquanto o Fakel esteve representado pelo ponteiro Volkov. 

Foto: FIVB/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio