(Superliga) Vôlei Ribeirão e São Judas Voleibol abrem rodada nesta quinta-feira

O confronto entre São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão e São Judas Voleibol abre a 8ª rodada da Superliga 2018/2019 nesta quinta-feira, às 20h, na Cava do Bosque. O duelo será o encontro entre o nono e o 11º colocado na tabela de classificação, sendo que os comandados de Marcos Pacheco, hoje com sete pontos, flertam com a zona de classificação para os playoffs. 

Com duas vitórias e cinco derrotas, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão chega para o duelo após dois jogos duríssimos que terminaram no tie-break, sendo uma vitória sobre o Corinthians-Guarulhos e uma derrota para o Vôlei Renata. Considerado um dos destaques da equipe, o ponteiro Ricardo Jr. acredita que sua evolução e a do time são resultado de muito trabalho diário. 

“A Superliga é muito equilibrada e dentro do meu jogo eu tento propor um jogo de errar menos, de fazer o jogo fluir um pouco mais, de ser regular, para que a equipe possa arriscar em certos momentos, principalmente os atletas de mais força (...) Venho me preparando muito em vários sentidos, não só no técnico, dentro de quadra, mas no sentido tático, de fundamentos como bloqueio e recepção. Procuro me manter o mais concentrado possível, ouvir as instruções do Pacheco (treinador) e tentar motivar a equipe dentro de quadra. Fico contente por estar participando desses resultados e ajudando o time, que é o que me propus a fazer quando vim para cá”, comentou o ponteiro Ricardo Jr. 

Com apenas dois pontos e tendo conquistado uma vitória em seis jogos, o São Judas Voleibol sabe das dificuldades que encontrará na Cava do Bosque. Atleta do time de Ribeirão Preto na campanha do título da Superliga B, o líbero Rafa Koettker mudou de equipe e atualmente defende a equipe de São Bernardo do Campo. Por isso, conhece bem o peso da torcida local a favor do adversário. 

“Sabemos que o fator casa para eles é muito importante. A torcida joga junto e empurra o time tanto nos momentos difíceis quanto nos bons momentos das partidas. Então se eles conseguirem unir um bom jogo à torcida, o time deles cresce muito (...) Outro ponto forte do São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão é o saque se eles também conseguirem usar esse fundamento muito bem. Então temos que tentar não deixá-los muito tempo no saque e buscar rodas nossas bolas de primeira e, além disso, tentar fazer o nosso jogo cadenciado”, destacou o líbero do São Judas Voleibol. 

Equipes:

São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão: Luisinho, Alisson Melo, Gabriel, Ricardo Jr., Petrus, Brunão e Fabio Paes (líbero)
técnico: Marcos Pacheco

São Judas Voleibol: Matheus Brasília, Pedro Henrique, Alemão, Diego, Willian, Rodrigo Leitzke e Rafa (líbero)
técnico: Orlando Araújo

foto: Renan Bin/FollowX Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio