(Superliga) Em jogo equilibrado, Fiat/Minas vence Copel Telecom/Maringá


Em jogo bem equilibrado, o Fiat/Minas derrotou o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 2, parciais de 25/14, 25/27, 25/14, 21/25 e 15/12, no ginásio Chico Neto, pela 10ª rodada da Superliga 2018/2019. Com o resultado, a equipe mineira chegou aos 14 pontos e subiu para a 7ª posição, enquanto o time paranaense segue na 5ª colocação, agora com 17 pontos. 

A partida iniciou com o Fiat/Minas melhor, colocando 1 a 3 no placar, com bloqueios de Honorato e Davy. Essa pequena vantagem foi mantida e ainda ampliada, após outro bloqueio, desta vez de Flávio: 7 a 11. No ace de Davy, os visitantes conseguiram colocar 8 a 15 no placar, enquanto o Copel Telecom/Maringá errava demais no ataque. Na reta final, os mineiros tiveram tranquilidade para fechar a parcial em 14 a 25, com ataque de Flávio. 

No segundo set, quem começou melhor foram os donos da casa, com destaque para o central Deivid, que fez 5 a 3. No bloqueio de Leandrão, o Copel Telecom/Maringá chegou a 8 a 5, com destaque tanto neste fundamento quanto no ataque, sendo que Johan fez 10 a 7. O Fiat/Minas reagiu e encostou no placar e empatou, após dois pontos de Bob: 14 a 14, fazendo o período ficar completamente indefinido. Os visitantes chegaram a fazer 19 a 22, após ace de Honorato, porém com grande poder de reação, os paranaenses viram e venceram por 27 a 25. 

O terceiro set iniciou bem disputado, com o Fiat/Minas abrindo dois pontos após bloqueio de Flávio: 3 a 5. No ace de Matheus, os visitantes fizeram 7 a 10, diferença essa que foi aumentada, com Flávio em ótima passagem pelo saque e no ponto de Davy: 10 a 16. Com o Copel Telecom/Maringá errando bastante e o ataque dos mineiros encaixando, o placar chegou a ser de 11 a 22, após bloqueio de Davy; No final, vitória dos comandados de Nery Tambeiro por 14 a 25. 

Com Bob e Davy, o Fiat/Minas abriu 0 a 2 no quarto set, mas logo os paranaenses viraram para 4 a 3, com ace de Silvio Satiro. Ninguém conseguia abrir dois pontos de vantagem, sendo que os ataques levavam a melhor sobre as defesas: 11 a 10. Entretanto, após ace de Daniel, o Copel Telecom/Maringá fez 13 a 10, vantagem importante para o período, mesmo com várias ameaças dos mineiros. Na reta final, o levantador Rodrigo Ribeiro fez o time se soltar e fechar a parcial em 25 a 21. 

O Copel Telecom/Maringá começou muito bem o tie-break abrindo 2 a 0 e chegando a fazer 5 a 3, após ataque de Lucas. Com alguns erros de ataque do adversários, os paranaenses fizeram 9 a 6, porém o bloqueio do Fiat/Minas resolveu aparece e com Bob e Felipe Roque o jogo ficou empatado: 9 a 9. No final, muita emoção e muitos erros dos dois lados, sendo que os visitantes tiveram mais paciência no side-out e venceram por 12 a 15. 

“Foi um jogo muito difícil e nós não esperávamos outra coisa. A nossa equipe já vem de um 3 a 2, está cansada e não tivemos tempo para recuperação. Acordamos cedo para viajar, tivemos o voo cancelado e só chegamos quase meia-noite. Não tivemos tempo nem para treinar. O adversário tem todos os méritos, se não fizéssemos o nosso melhor, nós não ganharíamos. O problema do voo era nosso e nós superamos. Todo jogo é uma batalha”, afirmou o técnico Nery Tambeiro. 

“Era um confronto direto, passamos por uma sequência pesada e estamos vindo de mais jogos no tie-break. A palavra de hoje é superação. Chegamos em Maringá ontem muito tarde e conseguimos apresentar nosso melhor. O nosso grupo, apesar de novo, tem muita experiência. Esta Superliga está muito equilibrada, eu sou filho de treinador e acompanho há muito tempo, e, neste ano, vejo muito equilíbrio. Então, estou muito feliz com a vitória”, disse o ponteiro Honorato. 

No próximo sábado, às 17h, o Fiat/Minas volta a quadra para encarar o Caramuru Vôlei, na Arena Minas, em Belo Horizonte. No mesmo dia, às 18h30min, o Copel Telecom/Maringá recebe o EMS Taubaté/Funvic, no ginásio Chico Neto. 

Equipes:

Copel Telecom/Maringá: Rodrigo Ribeiro, Leandrão, Hugo, Daniel, Deivid, Johan e Mario Júnior (líbero)
entraram: Jonatan, Daniel Rossi, Lucas, Silvio Satiro e Vini
técnico: Alessandro Fadul

Fiat/Minas: Marlon, Davy, Flávio, Matheus, Bob, Honorato e Rogerinho (líbero)
entraram: Eduardo Carisio, Maique, Felipe Roque e Piá
técnico: Nery Tambeiro
  
foto: João Paulo Santos/Resenha Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19