(Superliga) Caramuru Vôlei surpreende Fiat/Minas e vence em Belo Horizonte

Mesmo jogando na Arena Minas, em Belo Horizonte, o Caramuru Vôlei não se intimidou e venceu o Fiat/Minas por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 21/25, 25/21 e 25/20, pela 11ª rodada da Superliga 2018/2019. Com o resultado, a equipe paranaense chegou aos oito pontos e segue no 11º lugar, enquanto os comandados de Nery Tambeiro pararam nos 14 pontos e permanecem na 8ª colocação. 

O primeiro set iniciou muito equilibrado, com as duas equipes disputando ponto a ponto: 5 a 5. Nenhum dos times conseguia abrir mais do que dois pontos de diferença, porém com erros consecutivos de ataque do Fiat/Minas e um ace de Gustavo, o Caramuru Vôlei abriu 12 a 16. Essa diferença foi sendo ampliada, com destaque para o oposto Leozão e no bloqueio de Thales o placar era de 13 a 18. No final, com certa tranquilidade, os paranaenses definiram a parcial em 18 a 25. 

No segundo set, o Caramuru Vôlei já mostrou logo de inicio que iria para cima e no ace de Matheus fez 4 a 6. Os donos da casa não desistiram e foram para cima, tanto que com bloqueio de Flávio viraram o duelo para 10 a 9, o que deixou o período ainda mais equilibrado: 14 a 14. Com o ponteiro Honorato soltando o braço, o Fiat/Minas fez 16 a 14, mas logo foi a vez dos paranaenses virarem com Jonatas no saque: 17 a 19. O final do set tinha tudo para ser parelho, mas o ataque mineiro funcionou e no ponto de Piá veio a vitória por 25 a 21. 

Com 1 a 1 em sets, era de se esperar um terceiro período bem equilibrado e foi justamente o que ocorreu na Arena Minas. Com força no ataque, o Caramuru Vôlei chegou a abrir 5 a 8 e no ponto de Leozão, o placar já marcava 8 a 12. Entretanto, no ace do central Pingo, os donos da casa cresceram e encostaram: 10 a 12, sendo que na sequência viraram o duelo para 15 a 13 com Flávio. A reta final do set foi eletrizante, com os paranaenses conseguindo virar novamente o jogo, com destaque para Jonatas e Leozão: 19 a 21. E a vitória veio através de um bloqueio de Thales: 22 a 25. 

No quarto set, as duas equipes voltaram dispostas a faz um grande jogo: 5 a 5. Ninguém conseguia abrir vantagem, até o bloqueio de Davy: 10 a 8, mas logo Leozão apareceu para deixar tudo igual novamente: 10 a 10. O oposto do Caramuru Vôlei está inspirado e ajudou a equipe a colocar 14 a 16 no placar. Essa diferença foi se mantendo no decorrer da parcial, mas no final, com boa atuação ofensiva e com ace de Gustavo, os paranaenses fecharam em 20 a 25. 

“O nosso sistema defensivo, hoje, esteve muito abaixo. Faltou funcionar, de um modo geral, o nosso sistema bloqueio/defesa, que é o nosso ponto forte. Não sacamos bem e isso gera um efeito negativo em cadeia. Um sistema interfere no outro e, infelizmente, hoje, não conseguimos jogar bem. Faltou agressividade no ataque e temos que trabalhar muito forte para corrigirmos essas falhas”, avaliou o levantador Marlon. 

As duas equipes só voltam a quadra em 2019. O Caramuru Vôlei pega o SEM Taubaté/Funvic, no dia 12 de janeiro, às 17h, no ginásio Abaeté. Já o Fiat/Minas encara o Corinthians-Guarulhos, no dia 11 de janeiro, às 18h, na Arena Minas, em Belo Horizonte. 

Equipes:

Fiat/Minas: Marlon, Davy, Flávio, Matheus, Bob, Honorato e Rogerinho (líbero)
entraram: Piá, Maique, Cledenilson, Carísio, Felipe Roque e Rafael
técnico: Nery Tambeiro

Caramuru Vôlei: Gustavo, Jonatas, Leozão, Peron, Thales, Matheus e Gian (líbero)
entraram: Ale Toro, Eric, Índio e Bruno
técnico: Victor Hilmann

foto: Orlando Bento/MTC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fabiano Magoo convoca jogadores para a Seleção Brasileira Sub-19

Apan/Blumenau contrata Thiago Alves e confirma sete renovações

CBV divulga tabela oficial da Superliga B com estreia no dia 24 de janeiro