(Superliga) Sesc-RJ supera Corinthians-Guarulhos e segue invicto

O Sesc-RJ conseguiu sua terceira vitória consecutiva na Superliga 2018/2019 ao superar o Corinthians-Guarulhos por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/17, 25/18, no ginásio da Ponte Grande. Com grande atuação do oposto Wallace, o time carioca alcançou os nove pontos e assumiu a vice-liderança, atrás apenas do Sada/Cruzeiro, que tem onze pontos, mas já realizou cinco partidas. Já o Timão segue sem vencer na competição e sofreu sua quarta derrota. 

Os dois times começaram o duelo arriscando bastante no saque, causando um número maior de erros e colocando as duas linhas de passe sob pressão. Muito bem na recepção, o Corinthians-Guarulhos começou em vantagem, explorando principalmente os ataques com o oposto Diogo. Aos poucos, cometendo menos erros e explorando bem os ataques de Djalma, o Sesc0-RJ recuperou a vantagem no placar, abrindo 16 a 13 em ace de Wallace. O Sesc-RJ administrou a vantagem, e o técnico Giovane ainda parou a partida quando o placar mostrava 23 a 20, mas em bloqueio de Aracaju, a vitória na parcial foi confirmada: 25 a 23. 

No segundo set, Thiaguinho começou inspirado no saque e a equipe carioca abriu 4 a 0 logo no início. O Corinthians-Guarulhos não conseguia reagir, principalmente pelo número de pontos cedidos ao adversário em erros. Nos 15 primeiros pontos dos cariocas na parcial, nove já eram de erros do time paulista. O Sesc-RJ abriu oito pontos e foi controlando a partida, mantendo a virada de bola. O time da casa não encontrou maneiras de reagir e os comandados por Giovane Gávio fecharam a parcial por 25 a 17 em bloqueio de Aracaju. 

O terceiro set começou como o mais equilibrado, com o time paulista crescendo em quadra, embalado pela torcida que fez barulho no ginásio Ponte Grande. Errando menos e mais agressivo nos saques, o time paulista esteve na frente por 10 a 9. O técnico Giovane Gávio pediu tempo e conseguiu fazer a equipe carioca reagir. Wallace passou a ser mais utilizado e fez a diferença. Já o time paulista voltou a errar mais quando ficou atrás do placar. Em ace de Japa, a equipe visitante fechou o set por 25 a 18. 

“Ir para um time novo não significa que você vai jogar mais, porém é uma novidade, uma outra história na carreira. Eu costumo dizer que é como você comprar um carro novo, existe aquela empolgação. É uma nova equipe e a inspiração é total, estou com um foco muito grande. Mas sei que ainda temos muita coisa para fazer. Thiaguinho (levantador) e eu vamos ajustar, mas é começo de temporada, estamos indo bem e vamos trabalhar ainda mais”, disse o oposto Wallace, eleito o melhor da partida. 

“Estamos tendo algumas dificuldades e não estamos sabendo sair delas, é algo que precisamos trabalhar. Existem atletas do nosso time jovens, com idade para serem meus filhos. Mas a gente sabe que pode melhorar muito, temos condições de fazer jogos melhores, vamos trabalhar para isso", declarou o levantador Marcelinho, que recebeu da CBV uma placa por todos os serviços prestados ao voleibol. 

“Eu agradeço muito a todos, estou me divertindo, jogando no nível de grandes levantadores, por isso estou em quadra. Não sei quando irei parar, mas estou feliz, é meu aniversário e muitas coisas passam pela minha cabeça neste momento. Amo voleibol, passei mais da metade da minha vida aqui dentro, enquanto puder ajudar jovens talentos, estarei presente aqui, buscando fazer meu melhor", destacou, emocionado. 

O Sesc-RJ volta a jogar a jogar no sábado, dia 17, às 19h, quando recebe o Vôlei Renata, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Já o Corinthians-Guarulhos visita o Sesi-SP no mesmo dia, às 20h30min, no ginásio da Vila Leopoldina. 

Equipes:

Corinthians-Guarulhos: Marcelinho, Gabriel, Riad, Sidão, Diogo, Fábio e Serginho (líbero)
entraram: Erick, Luan e Nicolas
técnico: Gerson Amorim

Sesc-RJ: Thiaguinho, Wallace, Maurício Souza, Leandro Aracaju, Japa, Djalma e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Everaldo e PV
técnico: Giovane Gávio

foto: Leonardo Vitulli/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio