(Superliga) Em jogo equilibrado, Sesi-SP ganha do Caramuru Vôlei no tie-break

No último jogo válido pela 3ª rodada da Superliga 2018/19, o Sesi-SP venceu o Caramuru Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 25/27, 25/22, 26/28, 25/22, 18/20, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa. Com o resultado, o time paulistano chegou aos sete pontos e aparece na 5ª colocação, enquanto a equipe paranaense somou seu primeiro ponto na competição e está no 10º lugar da tabela. 

A partida começou equilibrada, com as duas equipes indo bem no ataque. Com dois aces seguidos de Alan, o Sesi-SP abriu 5 a 7 e essa vantagem foi importante no set, tanto que se manteve até o ace de Peron: 11 a 11. Com ataque de Alan e Lucas Loh, os visitantes conseguir abrir nova vantagem (13 a 15) e mesmo sofrendo a pressão do adversário conseguiu se segurar na frente: 16 a 18. O Caramuru Vôlei empatou o set com Jonatas em 20 a 20, e o duelo ficou dramático, até a definição da parcial com ponto de Alan para o Sesi-SP: 25 a 27. 

O segundo set iniciou da mesma forma que o anterior, com nenhum dos dois clubes conseguindo abrir vantagem maior que um ponto no placar: 5 a 5. No ace de Jonatas, o Caramuru Vôlei abriu 7 a 5 e logo tinha 10 a 6, com bloqueio de Peron. O Sesi-SP errava demais no saque e também no ataque, o que ajudou os donos da casa a aumentarem a diferença: 15 a 9. Os paranaenses seguiam com boa vantagem no set e novamente com Jonatas chegaram a 20 a 15. No final, os paulistas esboçaram uma reação, mas a vitória foi dos donos da casa por 25 a 22. 

A terceira parcial também começou equilibrada, mas com as duas equipes errando bastante no ataque. Com bom trabalho de Leozão, o Caramuru Vôlei abriu 8 a 5, porém no ace de Renato, o Sesi-SP já encostou no placar: 9 a 8. O que se via em quadra era uma boa disputa, com as defesas tendo dificuldades para ganharem dos ataques e no bloqueio de Índio, os donos da casa fizeram 14 a 13. Ninguém conseguia abrir grande diferença no marcado e no ace de Bertolini os paulistas empataram em 20 a 20. No final, muita disputa e troca de pontos, ataque dois ataques certeiros de Lucas Loh e a vitória do Sesi-SP por 26 a 28. 

Com 2 sets a 1 a favor era de se esperar que o Sesi-SP fosse para cima no quarto set e foi isso que acontece. Logo de cara, com ataque de Franco, o placar anotava 1 a 4. A reação do Caramuru Vôlei veio com Leozão e o ace de Índio, que empataram a partida em 8 a 8. O duelo seguia parelho, com os dois clubes trocando pontos e revezando na liderança do marcador: 18 a 18. Na reta final, os paranaenses aproveitaram o erro de saque de Éder para abrir 22 a 20 e com Peron anotaram 23 a 21, sendo que foi Leozão quem deu ponto final ao set: 25 a 22. 

O tie-break iniciou com Renato acertando dois aces, mas no bloqueio de Jonatas o placar já ficou igual: 2 a 2. O Caramuru Vôlei acabou pecando no side-out, o que fez o Sesi-SP abrir vantagem de 4 a 7, porém essa diferença não durou muito e logo o placar era de 8 a 9. No final, um set que deveria acabar em 15 pontos foi se arrastando com as equipes revezando a ponta do placar e com ponto de Franco e erro de Peron, o Sesi-SP fechou o jogo em 18 a 20. 

“Ano passado nós viemos aqui e também enfrentamos um jogo bem equilibrado. A gente sabe que a equipe deles não desanima em momento nenhum e hoje eles jogaram muita bola. Foi muito difícil, tenso, o Leozão e outros jogadores fizeram uma excelente partida, mas o bom é que nossa equipe conseguiu manter a calma e os jogadores que entraram conseguiram acalmar e segurar. Fico feliz pela vitória e por ter conquistado esse troféu Viva Vôlei", comentou o oposto Franco. 

“Embora a derrota não traga satisfação, a evolução da equipe e a dificuldade do adversário mostram que estamos no caminho para o nosso objetivo dentro da competição (...) Não pensamos em perder bonito. O que buscamos, sempre, é a vitória ainda que saibamos de todas as dificuldades. Percebemos que quando o nosso desempenho é melhor, a torcida vem junto e faz um papel essencial”, afirmou o técnico Fábio Sampaio. 

No próximo sábado, às 20h30min, o Sesi-SP recebe o Corinthians-Guarulhos, no ginásio da Vila Leopoldina. Já na sexta-feira, às 20h, o Caramuru Vôlei encara o Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho. 

Equipes:

Caramuru Vôlei: Índio, Léozão, Matheus, Thales, Jonatas, Peron e Gian (líbero)
entraram: Gustavo, Ale Toro e Eric
técnico: Fábio Sampaio

Sesi-SP: William, Alan, Renato, Lucas Lóh, Gustavão, Éder e Murilo (líbero)
entraram: Evandro, Bertolini, Lucas Barreto e Franco
técnico: Rubinho

foto: José Tramontin/Caramuru Vôlei

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio