(Superliga) Em BH, Fiat/Minas quebra invencibilidade do Vôlei Renata

Fechando a segunda rodada da Superliga 2018/2019, o Fiat/Minas foi superado no primeiro set, mas virou o jogo e venceu o Vôlei Renata por 3 sets a 1, parciais de 17/25, 26/24, 25/23 e 25/21, na Arena Minas, em Belo Horizonte. Com o resultado, a equipe dirigida pelo técnico Nery Tambeiro conseguiu a segunda vitória em dois jogos, enquanto o time de Campinas perdeu sua invencibilidade após três partidas. 

O Vôlei Renata abriu o placar da partida no erro do adversário. Na jogada seguinte, Cledenilson marcou para o Fiat/Minas. O time visitante teve mais volume de jogo e abriu vantagem no início do ser, chegando a abrir 14 a 8. Depois, de cinco pontos em 16 a 11. A diferença caiu para 13 a 16. O Vôlei Renata voltou a abrir vantagem em 22 a 15. Com certa tranquilidade, o time de Campinas fechou o primeiro set em 25 a 17. 

O Fiat/Minas começou melhor no segundo set e logo abriu 3/0. A equipe da casa ainda chegou a 6/1, forçando o adversário a pedir tempo. O Vôlei Renata buscou e, com Luizinho, colou no marcador em 6 a 7. Os visitantes, então, assumiram o comando do marcador e fizeram 14 a 13. O Fiat/Minas voltou a estar na frente (16 a 15). No bom saque de Honorato, o time mineiro chegou a 22 a 20. A reta final do set voltou a ser equilibrada e o Fiat/Minas fechou em 26 a 24. 

O Vôlei Renata saiu na frente na terceira parcial e, com bom saque de Felipe Roque, o time mineiro encostou em 3 a 4. Empate em 7 a 7. A equipe campineira voltou a ter vantagem ao fazer 14 a 11. O Fiat/Minas chegou e deixou tudo igual em 15 a 15 e virou em 17 a 16. Os donos da casa ainda chegaram a 21 a 18. O Vôlei Renata reagiu e encostou no marcador em 22 a 23, mas o Fiat/Minas fechou em 25 a 23. 

Embalado pelos sets anteriores, o Fiat/Minas abriu dois de vantagem logo no começo do quarto set (6 a 4). O set esteve igual em 9 a 9 e o Vôlei Renata virou o jogo em 11 a 10. O time visitante seguiu pontuando e fez 13 a 10. O Fiat/Minas buscou e, com Flávio, empatou em 14 a 14. Novo empate em 16 a 16. No erro do adversário, o time minastenista fez 18 a 17. No bloqueio de Matheus, 20 a 17. O Fiat/Minas seguiu no comando do marcador e fechou em 25 a 21. 

“Estou muito feliz com essa vitória que construímos a partir do segundo set. O Vôlei Renata vem muito forte, com volume de jogo e saque muito bons. Perdemos o primeiro set muito nos nossos erros e a equipe deles jogou solta. Além disso, acho que sentimos o nervosismo da estreia em casa. A partir do segundo, começamos a nos comunicar mais e deu tudo certo. Foi um jogo duríssimo, com parciais apertadas, mas soubemos administrar o placar a nosso favor”, disse o central Flávio, eleito o melhor em quadra. 

“O primeiro set foi atípico, nós erramos muito passe e a principal arma do time deles é o saque, que funcionou. No segundo conseguimos reverter isso, sacando bem, e essa estreia dentro de casa acaba gerando uma certa ansiedade. Foi um jogo muito duro. Eles haviam vencido o Sada Cruzeiro por 3 a 0 e depois o São Judas Voleibol pelo mesmo placar, mas nós entramos focados do início ao fim”, disse o ponteiro Honorato, que entrou ainda no primeiro set e não saiu mais de quadra. 

Na terceira rodada, o Fiat/Minas jogará contra o São Judas Voleibol, no próximo sábado, às 11h, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo. Já o Vôlei Renata voltará a Campinas para receber o EMS Taubaté Funvic, no mesmo dia, às 18h, no ginásio Taquaral. 

Equipes:

Fiat/Minas: Marlon, Davy, Cledenilson, Flávio, Bob, Piá e Maique (líbero)
entraram: Rogerinho, Carísio e Felipe Roque
técnico: Nery Tambeiro

Vôlei Renata: Demián, Dani, Michel, Luizinho, Temponi, Vaccari e Lukinha (líbero)
entraram: Renan, Vini e André
técnico: Horacio Dileo

foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio