(Superliga) Defesa funciona bem e UM Itapetininga supera Vôlei Ribeirão

Pela 3ª rodada da Superliga 2018/2019, o Vôlei UM Itapetininga derrotou o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão por 3 sets a 0, parciais de 18/25, 22/25 e 19/25, na Cava do Bosque. Com o resultado, os comandados de Fabiano Magoo conquistaram a primeira vitória e alcançaram a 7ª colocação, enquanto a equipe treinada por Marcos Pacheco segue sem vencer na competição. 

A partida começou equilibrada, mas com o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão forçando muito o saque e errando, tanto que o placar chegou a ser de 6 a 6. O UM Itapetininga conseguiu abrir vantagem após ponto de Ademar: 7 a 9 e com Mineiro ampliou a diferença para 9 a 12. A defesa funcionava bem para os visitantes, que aproveitavam para pontuar, com destaque para Ademar: 11 a 14. Os donos da casa tinham dificuldades no side-out, mas no ace de Giovanni encostaram: 16 a 18. Entretanto, novamente a defesa adversária falou mais alto e com bom trabalho no contra-ataque abriu 17 a 23, com destaque para Sanchez e no final, vitória no ace de Rodriginho por 18 a 25. 

O Vôlei UM Itapetininga seguiu com o mesmo volume no segundo set e no ace de Jarman fez 1 a 3 e com Mineiro o placar era de 6 a 8. O São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão conseguiu igualar o placar após ponto de Giovanni: 8 a 8, mas o bom trabalho da defesa dos visitantes seguia atrapalhando os planos dos comandados de Marcos Pacheco: 10 a 14. Após ponto de Sanchez, o Vôlei UM Itapetininga tinha 18 a 20 no placar, mas com ace de Alemão o time de Ribeirão Preto empatou: 20 a 20. No final, o bloqueio de Mineiro e os contra-ataques funcionando deram a vitória aos visitantes por 22 a 25. 

Querendo reagir na partida, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão soltou o braço e fez logo 4 a 1. Com Alemão no ataque, os donos da casa ampliaram para 7 a 3 a diferença, mas logo os visitantes conseguiram equilibrar as ações em quadra e empataram em 10 a 10 com bloqueio de Wennder. A virada do UM Itapetininga aconteceu com ponto de Mineiro: 10 a 11 e no ataque do norte-americano Jarman, o placar era de 14 a 20. Os donos da casa tinham dificuldade de colocar a bola no chão, enquanto os comandados de Fabiano Magoo seguiram bem na defesa e com certa tranquilidade, após erro de saque de Ricardo Jr. fecharam em 19 a 25. 

“O time de Itapetininga jogou muito bem, foi melhor do que nós durante os três sets. Em algum momento conseguimos equilibrar o set, mas hoje não fizemos a nossa parte”, analisou o técnico Marcos Pacheco, que não pôde contar com o central Petrus (lesionado). 

“Tive uma boa atuação individual, pude ajudar a equipe, mas infelizmente não conseguimos o resultado que esperávamos", completou o ponteiro Ricardo Jr, que se destacou marcando oito pontos. 

No próximo sábado, às 18h, o Vôlei UM Itapetininga encara o Fiat/Minas, no ginásio Ayrton Senna. No mesmo dia, às 17h, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão recebe o Copel Telecom/Maringá, na Cava do Bosque. 

Equipes:

São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão: Jotinha, Alemão, Gabriel, Alisson Melo, Brunão, Giovanni e Fabio Paes (líbero)
entraram: Bairros, Diego, Gabriel Franca e Luisinho
técnico: Marcos Pacheco

Vôlei UM Itapetininga: Pedro, Sanchez, Ademar, Mineiro, Jarman, Wennder e Filipinho (líbero)
entraram: Rodriguinho, Emina e Leandrão
técnico: Fabiano Magoo

foto: Renan Bin/FollowX Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio