(Superliga) Sesc-RJ supera Copel Telecom/Maringá em duelo no Chico Neto

Pela rodada inaugural da Superliga 2018/2019, o Sesc-RJ derrotou o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 1, parciais de 21/25, 21/25, 25/20 e 14/25, no ginásio Chico Neto. Mesmo sem os selecionáveis Wallace, Maurício Borges e Maurício Souza, os cariocas conseguiram mostrar um bom volume de jogo, com destaque para o levantador Thiaguinho, que fez seus atacantes pontuarem bastante, casos do ponteiro Djalma e do oposto PV. 

A partida iniciou com o Sesc-Rj tendo um bom rendimento no ataque e abrindo 2 a 5 no ataque do oposto PV. O Copel Telecom/Maringá tentava reagir, mas parava no bom side-out dos visitantes que seguiam na liderança do placar: 7 a 9. O Sesc-RJ tinha na distribuição de Thiaguinho uma grande vantagem, fazendo seus atacantes pontuarem, casos do PV, Juninho e Aracaju, sendo que esse ultimo pontuou de saque para fazer 13 a 16. Com dois bloqueios seguidos, os donos da casa conseguiram o empate 16 a 16 e o primeiro set foi chegando ao fim de forma parelha. Entretanto, com bloqueios de Aracaju e ataque de Juninho, o Sesc-RJ fez 21 a 24 e na sequência fechou com Japa em 21 a 25. 

O segundo set começou bem equilibrado e com nenhuma das equipes conseguindo abrir mais de dois pontos no placar, até a virada de Tiago Barth: 4 a 6. O Copel Telecom/Maringá tinha em Daniel e Lucas Borges seus principais atacantes, tanto que os dois ajudaram a manter o time vivo durante a parcial. O Sesc-RJ tinha mais volume de jogo e conseguia manter uma boa diferença: 9 a 13 e no ataque de Japa chegou a abrir 11 a 15. Com ponto de Johan, os donos da casa conseguiram encostar 15 a 16, mas logo os cariocas tomaram novamente a dianteira e tiveram tranquilidade para fechar o set, após bloqueio de Juninho, em 21 a 25. 

No terceiro set, o Sesc-RJ seguiu seu estilo de jogo, mas o que se viu foi o time da casa apostando mais na força do seu saque e nos contra-ataques. Após ace de Tiago Barth, os cariocas abriram 3 a 6, mas com ponto de Lucas Borges, o Copel Telecom/Maringá encostou 6 a 7. O duelo seguiu bem equilibrado durante toda a parcial, até Daniel soltar o braço e fazer 15 a 12, o que levantou o ginásio Chico Neto. Essa vantagem foi fundamental para os donos da casa que seguravam o forte ataque adversário: 19 a 18. No final, após muita disputa, o Copel Telecom/Maringá conseguiu abrir vantagem e no ponto de Hugo fechou em 25 a 20. 

Quando o quarto set iniciou se esperava uma parcial bastante disputada e foi assim no começo, com o Sesc-RJ abrindo 2 a 4 após bloqueio de Thiaguinho. Com alguns erros dos donos da casa, os cariocas foram colocando certa vantagem no placar: 3 a 6 e logo tinha 5 a 8 , após erro de saque de Daniel. Com muito volume de jogo, fazendo o side-out e aproveitando bem o saque, os visitantes colocaram 8 a 15 no marcador e essa vantagem foi aumentando: 9 a 17. No final, restou apenas os cariocas administraram a superioridade em quadra para fecharem em 14 a 25 após ponto de PV. 

“Foi um jogo difícil. O time de Maringá jogou muito bem, estava bem na recepção. Nós forçamos o saque, mas não estávamos conseguindo causar problemas na recepção deles, mas nosso ataque funcionou bem nos dois primeiros sets. No terceiro, nosso ataque caiu e consequentemente eles venceram porque mantiveram a qualidade do passe. No quarto, mudamos o saque, passamos a sacar flutuado e o set andou mais tranquilo”, analisou o assistente técnico Pedro Uehara, que substituiu Giovane Gavio (servindo a Seleção Brasileira Sub-21). 

O Sesc-RJ volta a quadra no domingo, dia 3, às 21h30min, contra o Caramuru Vôlei, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Já o Copel Telecom/Maringá terá pela frente o Sesc-RJ, na quinta-feira, dia 1º, às 20h, no ginásio da Vila Leopoldina. 

Equipes:

Copel Telecom/Maringá: Rodrigo Ribeiro, Lucas Borges, Daniel, Hugo, Johan, Satiro e Mário Jr (líbero)
entraram: Daniel Rossi, Leandrão, Lucas Ribeiro, Victor e Romulo
técnico: Alessandro Fadul

Sesc-RJ: Thiaguinho, PV, Japa, Djalma, Tiago Barth, Aracaju e Thiago Brendle (líbero)
entraram: Marcão, Everaldo e Juninho
técnico: Pedro Uehara

foto: Fernando M M Tanaka

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio