(Superliga) Em bom duelo na Cava do Bosque, Sesi-SP vence Vôlei Ribeirão

Pela rodada inaugural da Superliga 2018/2019, o Sesi-SP venceu o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão por 3 sets a 2, parciais de 24/26, 15/25, 25/17, 25/20 e 15/12, na Cava do Bosque. O duelo foi bem disputado, com destaques dos dois lados, casos dos ponteiros Gabriel e Alan Patrick, sendo que este último (eleito o melhor em quadra) foi fundamental para a vitória da equipe paulistana. 

A partida iniciou com o Sesi-SP melhor em quadra e mostrando porque é um dos candidatos ao título. Abrindo vantagem com bom trabalho de distribuição, o placar chegou a ser de 24 a 19. Entretanto, uma passagem incrível de Gabriel pelo saque fez o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão virar o duelo e fechar o primeiro set em 26 a 24. Na segunda parcial, os visitantes estavam irreconhecíveis e erraram demais, tanto que os comandados de Marcos Pacheco aproveitaram para abrir boa diferença e vencerem por 25 a 15. 

Com 2 sets a 0 contra, o Sesi-SP foi para o tudo ou nada no terceiro set. Sem William, Lipe, Lucas Loh e Éder, o técnico Rubinho apostou no entrosamento da dupla Evandro e Franco, além do momento do ponteiro Alan Patrick, responsável por 13 pontos na partida. Com isso, o clube paulistano fechou a terceira parcial em 25 a 17 e o quarto set em 25 a 20. No tie-break, com a Cava do Bosque enlouquecida, o que se viu foi um grande disputa e o Sesi-SP, contando com a experiência de Murilo e Renata vencendo por 15 a 12. 

“Esperávamos um jogo complicado, já havia sido assim no Paulista, quando também vencemos por 3 a 2. Eles têm um saque muito bom, defesa, ataque pesado. Nós viemos de uma vitória na Supercopa e isso embalou a nossa equipe. Temos um grupo bem fechado, estamos procurando fazer o nosso trabalho da melhor forma possível e foi importante conseguir essa vitória logo na primeira partida”, disse o ponteiro Alan Patrick. 

“Eles têm grandes jogadores, o bloqueio estava muito alto, eles marcaram o nosso time muito bem, foram competentes e mereceram a vitória. Não conseguimos nos adaptar ao que eles estavam fazendo, mas também fizemos um grande jogo. Nosso time vem treinando muito bem e jogos deste nível são decididos nos detalhes. Vamos sempre lutar para conseguir um lugar melhor na Superliga Cimed”, afirmou o ponteiro Gabriel. 

“O vôlei é feito de oportunidades, se você não aproveitar, não ganha. Fizemos um bom jogo, mas não aproveitamos as chances no final”, avaliou o técnico Marcos Pacheco. 

Na próxima quinta-feira, às 20h, o Sesi-SP volta a quadra para enfrentar o Copel Telecom/Maringá, no ginásio da Vila Leopoldina. Já o São Francisco Saúde/Vôlei encara no sábado, às 19h, o Sada/Cruzeiro, no ginásio do Riacho, em Contagem. 

Equipes:

São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão: Jotinha, Rafael Bairros, Gabriel, Alisson Melo, Giovanni, Petrus e Fabio Paes (líbero)
entraram: Diego, Gabriel França, Ricardo Jr. Luis
técnico: Marcos Pacheco

Sesi-SP: Evandro, Alan, Alan Patrick, Renato, Gustavão, Bertolini e Murilo (líbero)
entraram: Lucas Bermudez, Douglas Pureza, Franco e Gustavo
técnico: Rubinho

foto: Renan Bin/FollowX Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio