Sesi-SP faz grande jogo, vence Sada/Cruzeiro e fatura a Supercopa

Para iniciar o calendário nacional do voleibol, Sesi-SP e Sada/Cruzeiro fizeram um grande jogo na Arena Minas, em Belo Horizonte, no último sábado, pelo título da Supercopa. Com bom volume de jogo, o clube paulistano venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/22, 25/19 e 25/22, quebrando assim a hegemonia do time celeste, que venceu todas as edições do torneio anteriormente. 

O Sada/Cruzeiro saiu na frente. O Sesi-SP virou e abriu 3 a 1. Lucas Lóh manteve os dois de dianteira do time paulista em 6 a 3. No bloqueio de Evandro, a equipe mineira chegou ao ponto de empate em 8 a 8. O Sesi-SP esteve no comando do placar de novo e mais uma vez no bloqueio, dessa vez com Le Roux, o Sada empatou em 12 pontos. Éder pontuou no contra-ataque e marcou 14 a 6 para o grupo de São Paulo. No bloqueio de William, o Sesi-SP marcou 15 a 12 e o adversário pediu tempo. A equipe comandada pelo técnico Rubinho seguiu melhor e, com Éder, chegou a 17 a 15. Isac deixou tudo igual no placar: 17 a 17. Foi, então, a vez do time do Sesi-SP pedir tempo. Lucas Lóh marcou 20 a 19. O placar foi a 22 a 20 e Marcelo Mendez parou o jogo. 

O segundo set começou também favorável ao Sesi-SP, que fez 6 a 4. O Sada/Cruzeiro reagiu e, com Filipe, assumiu o comando do marcador em 9 a 8. O set esteve igual em 11 a 11. Com Alan pela saída de rede, o Sesi-SP chegou a 15 a 13. No bloqueio, o time de São Paulo marcou mais um (16 a 13) e Mendez pediu tempo. Na volta, mais um ponto de Alan e 17 a 13. Éder levou o Sesi-SP a 19 a 14. Mais uma vez com Alan, o time paulista marcou 22 a 17. O Sada Cruzeiro reagiu e quando Evandro marcou 19 a 22 o adversário pediu tempo. A partir daí, só o Sesi-SP pontuou e fechou em 25 a 19. 

No ponto de saque de Éder, o Sesi-SP abriu 3 a 0. Contando com erros do adversário, o Sesi-SP chegou a abrir quatro de vantagem em 7 a 3. Com Lucas Lóh, o time visitante marcou 8 a 4. O time cruzeirense demonstrou bom poder de reação e reduziu a diferença para 7 a 9. Na bola de segunda de William, 10 a 7. Com Alan pontuando bem, o Sesi-SP manteve a vantagem de três pontos em 13 a 10. O placar foi favorável ao time de São Paulo em 15 a 11. Embalado pela torcida, o Sada Cruzeiro reagiu e aproximou no placar em 14 a 16. No bloqueio simples de Lucas Lóh, o time visitante marcou 18 a 14. O time da casa reduziu em um ponto a diferença (18 a 21), mas, no erro do adversário, voltou a ter quatro em 22 a 18. Com ponto de bloqueio, o Sada aproximou no placar ao fazer 21 a 23 e Rubinho pediu tempo. E o jogo acabou em 25 a 22. 

“A equipe jogou muito bem hoje. Estudamos bem o time deles, o Rubinho nos passou as informações bem precisas e esperávamos, inclusive, um jogo ainda mais disputado, sem ser de 3 a 0, mas conseguimos marcar muito bem a equipe deles e sair com essa vitória importantíssima para começar a temporada com um título”, disse o central Éder. 

“Estou muito feliz por ter conseguido jogar bem, assim como toda a equipe, que foi muito bem hoje. Erramos pouco, acertamos o saque, bloqueio, que era o que tínhamos planejado, além de evitar tomar ponto de saque. Fizemos tudo que estava combinado e saímos vitoriosos por isso”, detalhou o oposto Alan. 

“Conseguimos realizar o que pretendíamos dentro do jogo. Conseguimos trabalhar bem no bloqueio, conciliar a defesa e criar oportunidades de pontos. Além disso, mantivemos uma linha de jogo consistente e isso é sempre o mais importante. Conseguimos manter esse padrão hoje e acho que esse é o caminho da vitória”, disse o treinador Rubinho. 

“Foi um jogo difícil. Sabíamos que seria complicado. O Sesi-SP veio de um belo Campeonato Paulista, nós temos apenas sete jogos, eles vieram com mais ritmo e já tem mais ou menos a base da equipe do ano passado. Nós tivemos que trocar três peças importantes, que são o levantador, um central e um ponteiro, e isso é difícil. Mas, faz parte. É só um início de um processo e a Superliga está chegando”, declarou o ponteiro e capitão celeste, Filipe. 

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Fernando Cachopa, Evandro, Le Roux, Isac, Filipe, Rodriguinho e Serginho (líbero)
entraram: Luan, Sandro e Léozinho
técnico: Marcelo Mendez

Sesi-SP: William, Alan, Gustavão, Éder, Lucas Lóh, Renato e Murilo (líbero)
entraram: Franco
técnico: Rubinho

foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio