(Paranaense) Copel Telecom/Maringá vence Caramuru e classifica em primeiro

Uma rodada dupla encerrou a fase classificatória do Campeonato Paranaense, definindo os confrontos das semifinais. Na Arena Multiuso, em Ponta Grossa, o Caramuru Vôlei recebeu o Copel Telecom/Maringá Vôlei que manteve a invencibilidade fechando a partida em 3 sets a 1, parciais de 20/25, 25/22, 25/18 e 25/19. Com o resultado, os maringaenses garantiram a primeira colocação, enquanto a equipe ponta-grossense ficou na segunda posição. 

“Sempre falei que era de extrema importância participar e valorizar o Paranaense. É importante para a equipe e para a competição que conta com duas equipes que vão participar da Superliga, então a gente não podia continuar de fora. Além disso, o estadual serve muito como preparação para conhecermos melhor o grupo e adquirir ritmo de jogo. Fizemos bons jogos e hoje conseguimos reverter uma situação difícil, demonstrando como a equipe vem se comportando ao longo da competição. Foi um bom resultado e conseguimos selar a permanência na primeira colocação, que era nosso principal objetivo”, disse o técnico Alessandro Fadul, da Copel Telecom/Maringá 

“Fizemos um primeiro set afoito, errando saques mas conseguimos reverter e isso tem sido o ponto forte do time. No primeiro jogo contra o Caramuru já foi assim e conseguimos virar o jogo. Mas agora é uma nova fase do campeonato e não podemos mais vacilar. Precisamos estar focados e manter o bom desempenho desde o início das partidas”, afirmou o ponteiro Hugo. 

“Chegamos à conclusão de que a temporada na Argentina nos fez muito bem mas por outro lado acabamos treinando menos a parte técnica. Logo em seguida metade do time foi para os Jogos Abertos e a outra ficou e então foi mais uma semana sem esse treinamento conjunto e isso acabou tirando um pouco a confiança. Acho que é um jogo para ser esquecido, sem tirar o mérito do Maringá, mas em si não foi um bom jogo técnico que todos esperavam de duas equipes que vão representar o Estado na Superliga. Agora vamos pensar no confronto com Palmas e esperar o resultado positivo para que possamos chegar a final e, se enfrentarmos novamente o Maringá, fazer um jogo diferente para tirar essa imagem que deixamos”, declarou o técnico Fábio Sampaio, do Caramuru Vôlei. 

Já no ginásio Costa Cavalcanti, a AVP-Palmas/Guararapes/Sudati venceu a equipe da casa, PM Foz do Iguaçu/Pousada Cataratas, por 3 sets a 1, parciais de 25/21, 27/25, 22/25 e 25/12. Com isso, Palmas garantiu a terceira colocação, enquanto o time de Foz terminou em quarto lugar, a frente apenas da AMVP/Unifamma/Maringá. 

“Foi um jogo difícil. Foz soube aproveitar o fato de jogar em casa, mas conseguimos a vitória mesmo o time oscilando no terceiro set. Vamos nos preparar para enfrentar o Caramuru no primeiro jogo da semifinal em casa e tentar dificultar para eles. Mesmo sendo uma equipe de Superliga não temos nada a perder e esperamos fazer um belo jogo diante da torcida”, afirmou o técnico da equipe palmense, Cristano Baniski. 

As quatro melhores campanhas avançam para as semifinais que serão disputas em dois jogos. Nesta sexta-feira, às 20h, o Caramuru joga na casa da equipe palmense e o Foz recebe no sábado, às 18h, o Maringá. Os jogos da volta serão na próxima terça e quarta-feira, em Maringá e Ponta Grossa, respectivamente. 

foto: Josi Schmidt/FPV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio