Brasil encerra série de amistosos com a terceira vitória sobre a Holanda

Três jogos e três vitórias. Assim, a seleção brasileira masculina de vôlei encerrou a série de amistosos contra a Holanda. O trabalho, em preparação para o Campeonato Mundial, se encerrou na última quarta-feira, quando, no ginásio Guilherme Paraense, o Mangueirinho, em Belém, a equipe dirigida pelo técnico Renan venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/17 e 25/10, diante de quase sete mil torcedores. O ponteiro Douglas foi o maior pontuador, com 17 acertos, enquanto o oposto Evandro e o central Éder marcaram 10 pontos cada um. 

A Holanda começou bastante motivada, abrindo quatro pontos de vantagem no placar, forçando pedido de tempo de Renan. Douglas Souza entrou em ação, virando bons contra-ataques e reduzindo a diferença, sendo destaque pelo lado brasileiro. O empate veio no nono ponto do set, com a Holanda pedindo tempo. A virada veio pouco depois e a seleção assumiu o controle do duelo, abrindo 15 a 12 em ataque de Isac após erro de passe da Holanda. O Brasil passou a sacar melhor, com ace de Kadu, a vantagem subiu ainda mais: 18 a 13. Administrando a vantagem, a seleção brasileira fechou o primeiro set por 25 a 16 em bonito ace de Douglas. 

A seleção brasileira começou o segundo set como encerrou o primeiro, gerando bons contra-ataques e abrindo vantagem de 4 a 1 logo no início. Éder, em ace, anotou 6 a 2 e a Holanda pediu tempo. A Holanda não conseguiu parar o ataque brasileiro, que manteve regularidade. Douglas, em outro contra-ataque, anotou 14 a 9. A equipe europeia cresceu no bloqueio e passou a anotar alguns pontos no fundamento, mas a boa vantagem permitiu que o Brasil encaminhasse a vitória. Um bloqueio triplo, uma bola de ‘check’ de Éder e um ataque potente de Evandro na saída de rede decretaram o fim do segundo set. Vitória brasileira por 25 a 17. 

O terceiro set começou com as duas seleções tentando encontrar o ritmo no saque. O Brasil rapidamente assumiu liderança, anotando 7 a 3 e fazendo a comissão técnica holandesa pedir tempo. A velocidade das combinações de ataque da seleção brasileira dificultou as ações da defesa adversária. Em lindo bloqueio de Éder, a vantagem do Brasil era dobrada: 12 a 6. A partida seguiu com o Brasil mantendo a tranquilidade, enquanto a Holanda apresentava muitos erros. Em bloqueio de Evandro, o placar ficou ainda mais dilatado: 19 a 8. A seleção brasileira encaminhou a vitória em ponto de saque de Rodriguinho. A Holanda evitou o primeiro match point, mas em bola de Éder pelo meio, o Brasil venceu por 25 a 10. 

“Os amistosos foram importantes para que ganhássemos ritmo de jogo e pudéssemos observar onde podemos ajustar, quais pontos precisamos melhorar. Conseguimos imprimir um ritmo de saque muito forte aqui em Belém, com poucos erros, pressionando a Holanda de forma bastante interessante. Ainda queremos ajustar algumas coisas nestes dias antes do Mundial. A torcida deu muita energia positiva, também, isso é muito bom para levar esse sentimento bom para o Mundial”, disse o técnico Renan Dal Zotto. 

“Fizemos três grandes jogos. Tivemos uma pequena oscilada em Manaus, e esse de Belém foi o melhor, sem dúvida. Mas fomos bem no geral. Sacamos muito bem, colocamos o passe deles em dificuldade, não deixamos que eles entrassem no jogo. Temos um bom caminho pela frente, sempre buscando melhorar. Vamos realizar alguns amistosos na Europa, antes do Mundial, e esperamos chegar muito bem para o torneio”, o oposto Wallace.
foto: Tarso Sarraf/Inovafoto/CBV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio