(Liga das Nações) Brasil passa pela Coreia do Sul no primeiro jogo em Goiânia

A Seleção Brasileira deu show no primeiro jogo em casa pela Liga das Nações. Em Goiânia, onde disputa a segunda etapa da competição, a equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto venceu a Coreia do Sul por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/19 e 25/19, na tarde desta sexta-feira, na Arena Goiânia. A formação inicial do time foi diferente dos três jogos realizados na Sérvia, quando o Brasil venceu os donos da casa e a Alemanha e sofreu um resultado negativo para a Itália. 

A seleção brasileira fez 2 a 1 logo no começo da partida. Em um ataque potente de Evandro, 4 a 2. Quando o Brasil abriu 6 a 2, a Coreia do Sul pediu tempo. No bloqueio de Leo, 7 a 3. Éder pontuou no saque e fez 11 a 5. Os coreanos reagiram e aproximaram no placar em 16 a 18. A seleção brasileira voltou a abrir vantagem em 21 a 17. Em jogada rápida pelo meio, Éder marcou 23 a 19. No fina, vitória brasileira por 25 a 21. 

A Coreia do Sul não se abateu e começou melhor no segundo set, marcando 4 a 2. O Brasil buscou e empatou em 4 a 4. Na sequência, ainda abriu 9 a 6. Lipe marcou 11 a 8. No erro do adversário, a seleção da casa abriu 14 a 10. Com Éder, o Brasil abriu 17 a 13. Em um potente ataque de Lipe pela entrada de rede, a equipe brasileira marcou 20 a 14 e o adversário pediu tempo. E o Brasil seguiu melhor, fechando em 25 a 19. 

A equipe verde e amarela abriu 4 a 2 no começo do terceiro set. A parcial ganhou equilíbrio quando a Coreia do Sul encostou em 6 a 7. O adversário passou a frente e Isac marcou 10 a 10. Os coreanos empataram novamente em 12 a 12. No bloqueio de Isac, 18 a 15 para o Brasil e pedido de tempo para o adversário. Em boa passagem de William pelo saque, o placar foi a 20 a 15. Melhor em quadra, o Brasil fechou em 25 a 19. 

“Temos grandes centrais e procurei fazer a diferença no que eu posso fazer de melhor, que é sacar e atacar. Conseguimos uma boa atuação hoje e agora temos que nos preparar para dois grandes jogos, que são contra Japão, amanhã, e Estados Unidos, no domingo”, disse o central Isac. 

“Um 3 a 0 é sempre importante. Amanhã temos um jogo mais cedo, temos pouco tempo para descansar para a próxima partida, então foi muito importante conseguir esse resultado (...) Estamos esperando que a nossa equipe entre sempre dando o seu 100% e consiga outros bons resultados. Sempre é sensacional jogar em casa. Hoje a torcida nos levou adiante o tempo inteiro da partida e temos que agradecer muito e convidar para que o ginásio esteja ainda mais cheio amanhã e domingo”, comentou o oposto Evandro. 

Responsável por um rodízio entre os jogadores titulares na seleção brasileira, especialmente por causa da quantidade de jogos e viagens, o técnico Renan já está atento ao desafio deste sábado, às 8h35min, contra a seleção japonesa. A partida terá transmissão ao vivo da TV Globo e do SporTV 2. 

“O Japão é um outro jogo, uma outra história. Ainda não definimos quem sai jogando amanhã, mas independentemente disso, temos que tentar apresentar esse nível de jogo, sempre muito agressivo, principalmente no saque e no bloqueio”, concluiu Renan. 

Equipes:

Brasil: William, Evandro, Isac, Éder, Lipe, Leo e Murilo (líbero)
entraram: n/a
técnico: Renan

Coreia do Sul: Seo, Lee, Jung, Jeon, Kim K., Kim jae-Hwi e Jeong Minsu (líbero)
entraram: Hwang, Na Gyeong, Kwak, Moon e Park
técnico: Kim Hochul

foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata