(Liga das Nações) Brasil é superado pelo Canadá na estreia da quarta semana

Na primeira partida da quarta semana da Liga das Nações, a Seleção Brasileira acabou superada pelo Canadá ao perder por 3 sets a 0, parciais de 22/25, 32/34 e 22/25, na cidade de Varna, na Bulgária. Essa foi a segunda derrota do time verde e amarelo na competição, sendo que agora a equipe comandada por Renan Dal Zotto aparece na 3ª colocação, com 23 pontos. 

Depois de uma boa muito disputada, Isac marcou o primeiro ponto do Brasil no bloqueio. No erro do Brasil, o Canadá virou o jogo para 3 a 2. Lucão fez 4/3. O começo do set seguiu disputado ponto a ponto, com o empate em 6 a 6 e, depois, em 8/8. Com Hoag explorando o bloqueio, os canadenses assumiram o comando do set: 10/9. A seleção brasileira retomou o comando do placar em 14 a 13. O set voltou a ficar empatado em 16 a 16. Com ponto de bloqueio, o Canadá fez 18 a 17. E também neste fundamento Wallace marcou 19 a 18. Os canadenses abriram dois de vantagem em 21/19 e Renan pediu tempo. Na volta, Hoag conseguiu um ace (22 a 19). O Brasil encostou em 21 a 22 e foi a vez do técnico do Canadá parar o jogo. Wallace pontuou no saque e o placar ficou igual em 22 pontos. Com Van Berkel bem no saque, o Canadá fechou em 25 a 22. 

Maurício Borges abriu o segundo set. A seleção brasileira começou melhor e abriu 3 a 1. Wallace marcou 5 a 2. Com dois bloqueios seguidos, de Isac e Douglas, o placar foi a 8/3. Com Lucão, o Brasil chegou ao dobro de pontos: 10 a 5. A vantagem brasileira de manteve em cinco pontos em 14 a 9. Os canadenses reagiram, fizeram 11 a 14 e Renan pediu tempo. O Brasil aumentou a vantagem em um ponto em 17 a 13. O adversário reagiu e, bem no saque, encostou no marcador: 16 a 17. Wallace colocou dois de vantagem em 19 a 17 e o Canadá empatou em 20 a 20. Lucão fez 23 a 22. O Brasil teve o ponto do set em 24 a 23. Maurício Borges fez 25 a 24. O ponto do set inverteu em 26/25 para os canadenses. O jogo esteve igual em 28 a 28. Wallace fez 30 a 30. No final, o Canadá fechou em 34 a 32. 

O terceiro set também começou com equilíbrio. Maurício Borges fez 4 a 3. Depois de uma bola bastante disputada, o Canadá empatou em 6/6. No ace de Isac, 8 a 6. Ainda com o central no saque, a seleção brasileira abriu boa vantagem (10 a 6) e o adversário pediu tempo. Os canadenses passaram a pontuar mais e, contando com erros do Brasil, encostaram em 10 a 11. A equipe verde e amarela voltou a ter boa vantagem em 13 a 10. O Canadá empatou (14 a 14). Com Isac, a seleção brasileira fez 16 a 14. O set esteve igual em 18 a 18. No bloqueio, Lucão fez 21 a 20. Mas, o Canadá esteve superior e fechou o set em 25 a 23. 

“Perder sempre é ruim. Sabíamos da força do Canadá, que eles vêm bem no campeonato e nos preparamos para enfrentá-los, mas esporte é assim. Tentamos, mas hoje não foi suficiente. Não podemos deixar que isso nos abale, pois estamos em uma competição que não dá tempo para lamentações. Amanhã temos outro jogo duríssimo e vamos com tudo para vencer”, afirmou o oposto Wallace. 

O confronto deste sábado será contra a França, campeã, em 2017, da última edição da Liga Mundial, competição que foi substituída pela Liga das Nações. Na ocasião, os franceses venceram o Brasil por 3 sets a 2. O jogo deste fim de semana será às 9h30min, e terá transmissão ao vivo do canal SporTV 2. 

Equipes:

Brasil: Bruno, Wallace, Isac, Lucão, Maurício Borges, Douglas e Thales (líbero)
entraram: Alan, William, Otávio, Murilo e Leo
técnico: Renan

Canadá: Sanders, Schmitt, N. Hoag, Vigrass, Van Berkel, Maar e Blair Cameron Bann (líbero)
entraram: Szwarc, Gunter, Derocco e Blankenau
técnico: Stephane Antiga

foto: FIVB/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata