(Superliga) Sada/Cruzeiro bate EMS Taubaté/Funvic, vira a série e chega a mais uma decisão

No quinto e decisivo duelo da série semifinal entre Sada/Cruzeiro e EMS Taubaté/Funvic, os mineiros levaram a melhor vencendo por 3 sets a 1, parciais de 16/25, 25/20, 25/18 e 25/20, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com isso, os comandados de Marcelo Mendez fecharam o confronto em 3 a 2 e seguem para a decisão da Superliga 2017/2018, que será diante do Sesi-SP. 

Simon abriu o placar. Com o central no saque, o Sada Cruzeiro ainda abriu 3 a 0. No ponto de saque de Uriarte, o time da casa fez 5 a 1. Filipe pontuou e colocou o time mineiro com o dobro de pontos em 8 a 4. Com Wallace, a diferença no placar caiu para um ponto em 7 a 8 e, no lance seguinte, no bloqueio, o time visitante empatou (8 a 8). Marcelo Mendez pediu tempo. No ace de Otávio, o EMS Taubaté Funvic assumiu o comando do placar em 10 a 9. A equipe paulista chegou a 13 a 10 e o técnico do Sada pediu tempo. O placar ainda foi 15 a 12. A vantagem aumentou para 18 a 13 no bloqueio do levantador Ivovic e, no lance seguinte, 19 a 13. O set ainda foi a 21 a 14. No ponto de saque de Otávio, 23 a 15. No bloqueio de Solé, o time paulista fechou em 25 a 16. 

O segundo set começou equilibrado, com as equipes empatadas em 3 a 3. No bloqueio de Simon, o Sada Cruzeiro fez 7 a 6. Leal marcou 8 a 6. Com Dante, 8 a 8. Empate novamente em 10 a 10 e 12 a 12. Com Uriarte atacando uma bola de segunda, o Sada Cruzeiro abriu dois de vantagem em 15 a 13. O EMS Taubaté Funvic chegou ao ponto de empate em 15 a 15. No bloqueio, o time da casa voltou a abrir dois de vantagem (18 a 16), forçando Castellani a pedir tempo. Com Isac pontuando bem, o Sada Cruzeiro marcou 20 a 17. No bloqueio de Ivovic, o time de Taubaté encostou em 19 a 20. No bom saque de Éder Levi, que havia acabado de entrar, o time mineiro marcou 22 a 19. Castellani pediu tempo. No final, vitória do Sada Cruzeiro por 25 a 20. 

Simon marcou o primeiro ponto para o Sada Cruzeiro. O time da casa seguiu melhor e, com Uriarte bem no saque, fez 5 a 1. Daniel Castellani pediu tempo. Com Isac, a equipe mineira marcou 7 a 3. Com Ivovic, o EMS Taubaté Funvic marcou 4 a 8. No bloqueio de Otávio, o time visitante marcou 6 a 9. No bloqueio de Leal, o Sada Cruzeiro chegou a 11 a 6 e o treinador da casa pediu tempo. Em boa passagem de Otávio no saque, o EMS Taubaté Funvic marcou 9 a 11. No ponto de saque de Simon, 14 a 9. No contra-ataque de Leal, o Sada Cruzeiro chegou 17 a 11. No ace de Solé, o time paulista marcou 15/18. Com outro bloqueio, desta vez de Simon, o time da casa fez 20 a 15. Com Wallace, o time taubateano marcou 17 a 21. No bloqueio de Uriarte, 25 a 18. 

O quarto set também começou com equilíbrio, com as equipes empatadas em 4 a 4. No bloqueio de Rapha, o EMS Taubaté Funvic chegou ao ponto de empate mais uma vez em 6 a 6. Com Filipe, o Sada Cruzeiro chegou a 10 a 8. No bloqueio, o time visitante chegou ao ponto de empate em 11 a 11. A equipe mineira teve dois de vantagem em 16 a 14. O placar foi a 17 a 14 e Castellani parou o jogo com pedido de tempo. O EMS Taubaté Funvic encostou no placar em 16 a 17 e chegou ao ponto de empate em 17 a 17. No erro do adversário, o Sada Cruzeiro abriu dois: 19 a 17. Com Leal, os donos da casa marcaram 20 a 17. Castellani pediu tempo. Novamente com o ponteiro, o time mineiro fez 21 a 18. O time da casa fez 22 a 20. No saque de Uriarte, 23 a 20. No final, 25 a 20. 

“Conseguimos mostrar a força do Sada Cruzeiro. Primeiro pensamos no nosso time, já que os dois primeiros jogos não jogamos bem, depois colocamos a cabeça no lugar, vimos os nossos erros e hoje o saque entrou muito bem. Agora é descansar, baixar a adrenalina, e focar na final. A equipe está de parabéns”, disse o central Isac, eleito o melhor em quadra. 

“Chegou o meu momento de parar. Só tenho que agradecer a todo mundo em todos os lugares onde joguei. Jogadores, técnicos, dirigentes, eu sou muito grato. Agradeço também à grande torcida pelo Brasil, que sempre me deu suporte por onde eu passei. Aos amigos e familiares pelo carinho, nas horas boas e difíceis, em especial minha esposa Valquíria. Obrigado por tudo”, declarou o ponteiro Dante, que fez seu último jogo como profissional. 

Equipes: 

Sada/Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
entraram: Alemão, Fernando Cachopa, Rodriguinho e Éder Levi
técnico: Marcelo Mendez

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Wallace, Solé, Otávio, Dante, Ivovic e Thales (líbero)
entraram: Renan, Matheus e Madaloz
técnico: Daniel Castellani

foto: Rafinha/EMS Taubaté Funvic

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata

Com jogos ao vivo na web, Taça Prata começa nesta terça-feira em Itapetininga