(Superliga) Na Jeunesse Arena, Sesi-SP supera Sesc-RJ e abre 2 a 0 na série

O Sesi-SP está a uma vitória da final da Superliga 2017/2018. A equipe da capital paulista venceu o Sesc-RJ por 3 sets a 0, parciais de 29/27, 25/22 e 26/24, na Jeunesse Arena, resultado que coloca a equipe do treinador Rubinho com vantagem de 2 a 0 na série melhor de cinco jogo. A partida será disputada no próximo sábado, às 15h, novamente no Rio de Janeiro. 

O Sesc RJ começou melhor e fez 8 a 5. Neste momento, o treinador Rubinho parou o jogo. Com um ace do oposto PV, o time carioca abriu quatro pontos (14 a 10). O time visitante passou a sacar com eficiência e empatou o placar (16 a 16). O final da parcial foi extremamente equilibrado com os dois times se alternando na liderança do marcador e o Sesi-SP fechou a parcial por 29 a 27. 

O Sesi-SP seguiu melhor no início do segundo set e fez 6 a 2. Com Alan pela saída de rede, o time da capital paulista manteve cinco pontos de vantagem no placar (14 a 9). Bem no bloqueio, os donos da casa encostaram (16 a 14). O Sesi-SP segurou a reação dos cariocas e fechou o segundo set por 25 a 22. 

O terceiro set iniciou equilibrado. Jogando bem pelo meio, o Sesi-SP abriu dois pontos (14 a 12). O Sesc RJ cresceu de produção e assumiu a liderança do marcador. O final da parcial foi disputado ponto a ponto. Com dois pontos de saque do oposto Alan, o Sesi-SP fechou o set por 26 a 24. 

“Ajuda demais ter todos eles ao meu lado, isso é a vantagem de jogar em um grande time, com grandes atacantes. Hoje tentei acionar todos os jogadores para rodarem e pontuarem na partida. A confiança vem porque o time está jogando bem, isso dá mais motivação. Mas não tem nada ganho, é melhor de cinco, temos que vencer três, vamos seguir lutando, porque não será fácil”, analisou o levantador William. 

“Faltou os detalhes novamente. Erramos quando não podíamos e faltou um pouco de capricho. Agora é treinar mais porque sábado temos o terceiro jogo da série e precisamos entrar com tudo”, disse o central Thiago Barth. 

Equipes:

Sesc-RJ: Thiaguinho, PV, Maurício Borges, João Rafael, Thiago Barth, Maurício Souza e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Renan, Everaldo e Alexandre Elias
técnico: Giovane Gávio

Sesi-SP: William, Alan, Lipe, Douglas Souza, Gustavão, Lucão e Murilo (líbero)
entraram: Franco e Evandro
técnico: Rubinho

foto: Marcos de Paula/RJ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio