(Superliga) EMS Taubaté/Funvic vence Sada/Cruzeiro e faz 1 a 0 na semifinal

No primeiro jogo da semifinal da Superliga 2017/2018 entre Sada/Cruzeiro e EMS Taubaté/Funvic, o time do Vale do Paraíba levou a melhor ao vencer por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 22/25, 17/25 e 27/29, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com isso, os comandados de Daniel Castellani abrem 1 a 0 na série melhor de cinco jogos, sendo que a segunda partida ocorre na próxima terça-feira, às 19h, no ginásio Abaeté. 

Leal abriu o placar da partida a favor do Sada/Cruzeiro. O set começou com equilíbrio. Com dois pontos seguidos de Wallace, o EMS Taubaté/Funvic abriu dois de vantagem: 6/4. No bloqueio de Simon, o time da casa chegou ao empate em 6 a 6. No ponto de saque de Evandro, foi a vez do Sada Cruzeiro abrir dois (9 a 7). No toque na rede do time paulista, a equipe da casa aumentou a diferença no placar em 12 a 9. Castellani pediu tempo. A vantagem mineira se manteve em três em 15 a 12. Em boa passagem de Rapha pelo saque, o EMS Taubaté Funvic reagiu e chegou ao empate em 15 a 15. O Sada voltou a abrir dois (17 a 15) e Castellani pediu tempo. No bloqueio de Solé, o time visitante assumiu o comando do marcador (19 a 18) e no erro do adversário, o placar foi a 20 a 18. Em grande passagem de Uriarte pelo saque, os donos da casa buscaram mais uma vez e no bloqueio de Evandro fizeram 22 a 21. Com cinco pontos seguidos, e mais um bloqueio de Evandro, o Sada Cruzeiro fez 24 a 21. No final, vitória mineira por 25 a 23. 

O Sada Cruzeiro saiu na frente e, com Wallace, o EMS Taubaté Funvic assumiu o comando do placar: 3 a 2. Com ponto de bloqueio de Evandro, o time da casa chegou ao ponto de empate em 5 a 5. No ace de Solé, os visitantes chegaram a 8 a 5. Depois de bom saque de Raphael, Wallace pontuou, fez 10/6, e Marcelo Mendez pediu tempo. Contando com erros do adversário, o EMS Taubaté Funvic abriu 12 a 7. Com Dante, o time visitante marcou 15 a 10. Com mais um ponto de saque de Solé, Taubaté chegou a 17 a 11. Dante marcou mais um para o seu time e o EMS Taubaté Funvic chegou a 21 a 16. O time mineiro pontuou com Rodriguinho e Isac, marcou 18 a 21, e foi a vez de Daniel Castellani pedir tempo. Solé fez 23/20. De cinco a vantagem de Taubaté caiu para dois em 23 a 21 após ponto de Evandro. Otávio fez 24 a 21. E o EMS Taubaté Funvic fechou em 25 a 22. 

Com dois pontos de Otávio e um erro do adversário, o EMS Taubaté Funvic abriu 3 a 0 no começo do terceiro set. A diferença no placar foi para quatro em 6 a 2. Dante marcou 8 a 3 e Marcelo Mendez parou o jogo com pedido de tempo. Em grande passagem de Dante pelo saque, o time visitante chegou a 10 a 4 no ponto de bloqueio de Ivovic. O Sada Cruzeiro reagiu e, com Simon, marcou 7 a 11. Ivovic marcou 13 a 7 e, no bloqueio de Otávio, 14 a 7. No ponto de saque do sérvio Ivovic, o EMS Taubaté chegou a 16 a 8. Com Ivovic, o time paulista chegou a 20 a 13 e, no erro do adversário, marcou 21 a 13, forçando Mendez a pedir tempo. No ace de Ivovic, 24 a 15. E, no erro de saque do time da casa, o EMS Taubaté Funvic fechou em 25 a 17. 

O EMS Taubaté Funvic abriu 2/1. O placar ficou igual em 4/4 e, com Leal, o Sada Cruzeiro passou a frente, fazendo 5/4. Com Isac, os donos da casa abriram dois de vantagem (7 a 5). Tudo igual novamente em 8 a 8. O time do Vale do Paraíba assumiu o comando do marcador em 10 a 9. O set ficou novamente igual em 13 a 13 e, no bloqueio de Fernando, o Sada Cruzeiro fez 14 a 13. Quando o placar foi a 15 a 13, Castellani pediu tempo. Mais um empate em 15 a 15. No ace de Raphael, 16 a 15. E Leal foi o responsável por colocar o Sada na frente: 17 a 16. Otávio empatou para Taubaté em 18 a 18. Com dois de vantagem para o adversário (20 a 18), Daniel Castellani pediu tempo para orientar seu time. No bloqueio de Solé, 20 a 20. Com Wallace, o EMS Taubaté Funvic chegou a 22 a 21. Empate em 23 a 23. Evandro colocou o Sada/Cruzeiro em vantagem na bola do set: 24 a 23. O set ficou igual em 25/25. Wallace fez 26 a 25. Placar igual em 27 a 27. E, no ponto de saque de Wallace, vitória do EMS Taubaté Funvic por 29 a 27. 

“Óbvio que essa vitória motiva um pouco mais, mas sabemos que a série está aberta. Uma vitória fora de casa é um grande passo que o time deu, mas temos que manter os pés no chão porque tem muito jogo ainda. Eles não fizeram o melhor jogo deles, mas temos que respeitar e terça-feira tem mais. Vamos tentar jogar ainda melhor para sair com outra vitória”, disse o oposto Wallace, que ainda comentou sobre o desempenho do adversário no fundamento saque. 

“O saque deles não entrou e isso fez uma diferença grande para eles, já que em alguns momentos eles tiveram que passar a bola para o nosso lado para dar sequência e, com isso, conseguimos rodar melhor também”, analisou o oposto do EMS Taubaté/Funvic. 

“Nossa equipe depende muito do saque para bloquear bem e virar contra-ataque, e hoje tivemos inúmeros erros que não estamos acostumados. Foi um ponto crucial para o jogo não ter fluido para o nosso time e temos que trabalhar para as próximas partidas. A série é longa ainda e vamos seguir trabalhando para seguir adiante”, disse o levantador Fernando Cachopa.

“Foi um jogo muito difícil. O nosso principal fundamento, que é o saque, não fez tanto efeito hoje. É uma das nossas melhores armas e hoje não sacamos bem. Mas nós temos também que saber jogar quando o saque não entra. Já fizemos isso várias vezes. Temos que admitir que o Taubaté jogou melhor, mais concentrado. É um jogo de semifinal, tem que ter mais energia, mais empenho. Mas este é só primeiro jogo. Perdemos em casa, faz parte, e temos a oportunidade de chegar lá na terça-feira e reverter também. Enfim, mérito do Taubaté, que jogou muito bem hoje. Mas os torcedores podem ficar tranquilos que vamos pra cima deles no próximo jogo e tentar buscar essa vitória. É um playoff melhor de cinco sets. Tem muita coisa pela frente”, afirmou o ponteiro Filipe.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Alemão, Rodriguinho e Éder Levi
técnico: Marcelo Mendez

EMS Taubaté/Funvic:
Raphael, Wallace, Otávio, Solé, Dante, Ivovic e Thales (líbero)
entraram: Matheus, Renan, Madaloz e Rafael
técnico: Daniel Castellani

foto: Renato Araujo/Sada Cruzeiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio