(Superliga) Agora é no Abaeté. EMS Taubaté/Funvic e Sada/Cruzeiro fazem segundo jogo nesta terça-feira

Não vai ter espaço para uma agulha nesta terça-feira, às 19h, quando o EMS Taubaté/Funvic e Sada/Cruzeiro se enfrentam no ginásio Abaeté pelo segundo jogo da série melhor de cinco das semifinais da Superliga 2017/2018. O time do Vale do Paraíba fez 1 a 0 ao vencer em Contagem e agora contará com o apoio do torcedor, já que os ingressos estão esgotados, enquanto os mineiros querem vencer para devolver a derrota em casa e empatar a série. A partida terá transmissão do SporTV 2. 

Após a vitória por 3 sets a 1 no ginásio do Riacho, o EMS Taubaté/Funvic quebrou a vantagem do Sada/Cruzeiro na série, porém o objetivo é fazer valer o fator casa e abrir 2 a 0 no confronto. O técnico Daniel Castellani gostou do que viu no primeiro duelo, principalmente a agressividade no saque, com destaque para o ponteiro Ivovic e o oposto Wallace. Além disso, a equipe paulista sabe que precisa controlar o passe para aproveitar o talento de Rapha. 

“O jogo será novamente muito duro. No primeiro confronto nós fomos muito bem, mas acredito que eles não jogaram tudo que podem. Por isso, teremos que estar atentos para uma dificuldade a mais aqui e Taubaté. Apesar de jogarmos em casa, com a torcida, acredito que eles vão jogar melhor que na partida anterior. O time do Sada/Cruzeiro tem muito potencial de saque, ataque, bloqueio, então teremos que saber lidar com isso”, contou o líbero Thales. 

“A vitória no primeiro jogo nos dá uma motivação a mais. Mas temos que manter os pés no chão e respeitar o adversário. Agora é repetir a boa atuação, manter a concentração e buscar mais uma vitória”, disse o oposto Wallace. 

No Sada/Cruzeiro, a derrota em casa não estava nos planos, porém o discurso é de igualar a série. O técnico Marcelo Mendez entende que o time teve um desempenho abaixo do esperado, principalmente no saque, na primeira partida, e mesmo com algumas mudanças na equipe, como a entrada de Fernando Cachopa no lugar de Nico Uriarte não surtiram efeito. Agora é corrigir o que foi feito errado e buscar a vitória. 

“Nós conversamos muito sobre a última partida. Tivemos um jogo ruim em casa, mas são coisas que acontecem. Foi uma derrota para o Taubaté, que jogou bem, mas não podemos em nenhum momento abaixar a cabeça. Temos que seguir e continuar brigando. E estamos preparados para enfrentar o próximo jogo na casa deles. Precisamos fazer o que fizemos em todo o campeonato. Se o saque não entrar, temos que fazer o que já estamos acostumados, trabalhar bem os outros fundamentos, ponto a ponto. Vamos brigar muito”, disse o central Simon. 

“Nosso principal objetivo é jogar melhor. Em Contagem, jogamos abaixo do normal, não sacamos bem e o time do Taubaté é muito qualificado. Quanto mais em uma semifinal de Superliga, não podemos entrar daquele jeito. Agora, na casa deles, temos que jogar nosso máximo, sacar melhor, tivemos muito erros de ataque e contra-ataque que em um jogo como esse é crucial. Está tudo aberto. Temos muitos jogos e tudo pode acontecer”, declarou o central Isac. 

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

EMS Taubaté/Funvic: Raphael, Wallace, Otávio, Solé, Dante, Ivovic e Thales (líbero)
técnico: Daniel Castellani

foto: Rafinha/ EMS Taubaté/Funvic

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Robinho acerta ida para o voleibol português e jogará no novo time do Sporting

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Apresentação do Corinthians/Guarulhos deve ocorrer na próxima terça-feira