Modena demite técnico búlgaro na esperança de segurar Bruninho

Considerado um dos principais levantadores do vôlei mundial, Bruninho tem seu futuro indefinido para a temporada 2018/2019. Depois de defender o Modena em quatro temporadas (2011/2012, 2014/2015, 2015/2016 e 2017/2018), o brasileiro está nos planos do Lube Civitanova (que luta pelo bicampeonato italiano e está no final four da Champions League). 

Aos 31 anos, Bruninho é uma das referências em sua posição e um dos jogadores mais valorizados no mercado, ainda mais após desentendimentos envolvendo ele e o francês Ngapeth com o técnico búlgaro Radostin Stoytchev. Quando tudo parecia seguir para uma saída do brasileiro, a diretoria do Modena confirmou, na última quarta-feira, a demissão do treinador, que tinha contrato por mais uma temporada com o clube. 

Após a eliminação nas semifinais da Serie A1, justamente para o Lube Civitanova, Bruninho não quis falar sobre seu futuro, deixando em aberto se continuará no clube ou aceitaria uma transferência. O certo é que a saída de Stoytchev pode influenciar na permanência do levantador, que é muito querido pelos torcedores do Modena e tem a admiração da diretoria. 

“Ainda não há certeza para o próximo ano. Não é a noite certa para falar sobre o que vai acontecer, não há nada definitivo e me reservo no direito de não responder”, afirmou Bruno após a derrota para o Lube Civitanova. 

Sem Stoytchev, a prioridade no Modena é manter Bruninho, antes mesmo de anunciar um novo comandante. Por outro lado, o clube perdeu o ponteiro Ngapeth, que já acertou com o Zenit Kazan, da Rússia. 

foto: Modena/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata

Com jogos ao vivo na web, Taça Prata começa nesta terça-feira em Itapetininga