(Superliga) Com destaque para Diogo, Vôlei Renata vence Sesc-RJ no Taquaral

Jogando no ginásio do Taquaral lotado, o Vôlei Renata derrotou o Sesc-RJ por 3 sets a 1, parciais de 25/22, 16/25, 25/18 e 25/21, pela 10ª rodada do returno da Superliga 2017/2018. Com o resultado, o time de Campinas chegou aos 28 pontos e permanece na 7ª colocação, enquanto a equipe carioca, que perdeu o segundo jogo seguido, continua na vice-liderança, com 49 pontos. 

Vini abriu o placar da partida para o Vôlei Renata. Com Maurício Souza, o Sesc-RJ fez 2 a 3. Em um potente ataque de Diogo, o time da casa marcou 5 a 3. Com Maurício Borges explorando o bloqueio adversário, o time carioca chegou ao ponto de empate: 9 a 9. O Vôlei Renata voltou a pontuar bem e, quando chegou a 12 a 9, Giovane pediu tempo. Na volta, ponto de saque de Renan e 13 a 9. No bloqueio de Tiago Barth, o Sesc-RJ encostou no placar: 14 a 15. Foi a vez de Horacio Dileo pedir tempo. Na volta, mais um bloqueio do central e 15 a 15. O Vôlei Renata recuperou a vantagem e com ponto de saque de Diogo chegou a 18 a 15. Maurício Borges colocou o Sesc RJ encostado no placar novamente em 18 a 19. Diogo marcou 22 a 19. O time carioca encostou em 21 a 22 e Dileo parou o jogo. A reta final do set seguiu bem disputada e, no bloqueio de Vini, o Vôlei Renata fechou em 25 a 22. 

O Sesc-RJ saiu na frente e abriu 2 a 0. Com João Rafael, o time do Rio de Janeiro ainda abriu quatro pontos em 6 a 2. Horacio Dileo parou o jogo com pedido de tempo. A equipe do Sesc RJ teve quatro de vantagem em 8 a 4. A diferença a favor dos visitantes aumentou em 11 a 6. Com Renan, o Sesc-RJ marcou 13 a 8. A vantagem do time carioca passou a ser de seis pontos, em 16 a 10, e o técnico do Vôlei Renata, Horacio Dileo, parou o jogo para orientar seus jogadores. Em um set bem mais tranquilo, o Sesc-RJ chegou a 23 a 15. E, na sequência da parcial, fechou em 25 a 16. 

O Sesc-RJ abriu o set com ponto de bloqueio. No erro do adversário, o Vôlei Renata empatou em 3 a 3. Com bloqueio de Júnior, o time da casa fez 5 a 4. Com mais um ponto neste fundamento, desta vez com Diogo, o Vôlei Renata marcou 8 a 5. Giovane pediu tempo, chamou atenção do grupo, que voltou e encostou no placar em 7 a 8. Os donos da casa voltaram a abrir vantagem em 11 a 8. Com Diogo pontuando muito bem, o Vôlei Renata marcou mais um. O Sesc-RJ reagiu e, mais uma vez, encostou no placar, fazendo 12 a 13. O time da casa, no entanto, fez 16 a 13. Em um forte ataque de Vissotto, 17 a 14. Diogo marcou mais um e Giovane pediu tempo. Com Vini três vezes seguidas, no ataque e duas no bloqueio, o Vôlei Renata chegou a 23 a 16. E, melhor neste set, a equipe da casa fechou em 25 a 18. 

O Sesc-RJ começou melhor no quarto set e, no ponto de saque de Tiago Barth, fez 5 a 3. No ponto de saque de Vini, o Vôlei Renata encostou em 5 a 6. No bom saque de Vissotto, o time da casa chegou ao empate em 7 a 7. O marcador esteve igual novamente em 10/10. Em um ataque com categoria do ponteiro Renan, o Vôlei Renata colocou dois de vantagem em 13 a 11. No ace de PV, o Sesc-RJ chegou a mais um empate, desta vez em 14 a 14. O time carioca, então, virou o placar, fez 15 a 14, e Dileo pediu tempo. O time campineiro seguiu no comando do placar e teve um de vantagem apenas em 19 a 18. No saque de Everaldo, 19 a 19. No ponto de saque de Diogo, o Vôlei Renata marcou 22 a 20. No final, vitória do Vôlei Renata por 25 a 21. 

“Fiquei dois jogos sem jogar, tive uma suspensão e só treinei neste período. Voltei com mais vontade de jogar e de ganhar. Ontem tivemos uma reunião entre os jogadores, vimos que estava faltando um pouco mais e hoje isso acabou acontecendo. Todos foram fundamentais, e todos deram sua contribuição. Só um que ganha o troféu e fiquei muito feliz por ter recebido”, disse o ponteiro Diogo, que anotou 21 pontos e foi o principal destaque da partida. 

“Essa equipe precisava fazer um jogo assim em casa. Não tina acontecido uma partida como essa em toda a temporada e estamos chegando perto do playoff. Era o último em casa na fase classificatória e acho que deixamos uma boa impressão. Foi difícil, mas preciso para entramos no playoff com mais confiança”, afirmou o central Vini. 

Na 11ª e última rodada do returno da Superliga, o Vôlei Renata estará no Paraná para enfrentar o Copel Telecom/Maringá, no próximo sábado, às 21h30min, no ginásio Chico Neto. No mesmo dia e no mesmo horário, o Sesc-RJ receberá o Sesi-SP, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. 

Equipes:

Vôlei Renata: Rodriguinho, Vissotto, Vini, Júnior, Diogo, Renan e Facundo (líbero)
entraram: Krauchuk, Daniel e Tiago Mão
técnico: Horacio Dileo

Sesc-RJ: Thiaguinho, Renan, Tiago Barth, Maurício Souza, João Rafael, Maurício Borges e Tiago Brendle (líbero)
entraram: Everaldo, PV e Japa
técnico: Giovane Gávio

foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio