(Superliga) Sada/Cruzeiro bate Montes Claros e abre dois pontos na liderança

Pela 8ª rodada do returno da Superliga 2017/2018, o Sada/Cruzeiro derrotou o Montes Claros por 3 sets a 1, parciais de 17/25, 25/20, 25/20 e 25/20, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o resultado, o time celeste chegou aos 51 pontos, abrindo dois em relação ao Sesc-RJ, na liderança da competição. Já o Pequi Atômico parou nos 13 pontos e permanece na 10ª colocação da tabela. 

O Sada/Cruzeiro iniciou o set arrasador e com destaque para o central Simon chegou a abrir 6 a 1. Entretanto, mesmo com a presença de 1500 torcedores no Riachão, o Montes Claros não se intimidou e se recuperou empatando o duelo: 6 a 6. Com muita consistência e errando pouco no side-out, os visitantes foram para cima e viraram 9 a 6, além de aproveitar os erros do time da casa. O Pequi Atômico chegou a colocar 17 a 10 no placar, algo que assustou muito a Raposa, que tentou uma reação, mas acabou superada por 25 a 17. 

No segundo set, o Sada/Cruzeiro voltou novamente com todo o gás e fez 4 a 0 no placar. Desta vez não deixou o adversário crescer e manteve a vantagem no placar: 8 a 4 e com o um bloqueio de bola de check de Uriarte abriu 11 a 7. O Montes Claros, com o oposto Lorena sendo bastante acionado encostou: 11 a 10, o que deixou o jogo bastante equilibrado. Na reta final, Simon bloqueou Mesa e fez 19 a 16, obrigando Sergio Cunha a parar o duelo, porém essa vantagem foi administrada pelo Sada/Cruzeiro que fechou em 25 a 20. 

Diferente das parciais anteriores, o terceiro set começou equilibrado, com ninguém conseguindo abrir dois pontos de vantagem. Com uma virada de bola de Simon, o Sada/Cruzeiro fez 7 a 5 e no ace do ponteiro Rodriguinho, os donos da casa fizeram 10 a 6. O Montes Claros sofria com o forte saque celeste, mas conseguia alguns pontos para não deixar o adversário disparar: 16 a 13. Entretanto, na reta final, os visitantes erraram mais e o Sada/Cruzeiro fez novamente 25 a 20. 

Embalado, o Sada/Cruzeiro manteve o ritmo e logo no começo do quarto set impôs 4 a 1 após bloqueio de Leal. Essa vantagem foi se mantendo por boa parte do período, mas com boa atuação do ponteiro Luan, o Montes Claros conseguiu virar o placar: 15 a 14 e na sequência 18 a 16. Tudo indicava o caminho de um set bem equilibrado, mas na sequência o time celeste cresceu, aproveitou bem os contra-ataques e venceu pelo mesmo placar anterior: 25 a 20. 

“É muito diferente, nunca ganhei um VivaVôlei assim (recebeu das mãos de Leal), e fico muito agradecido. Isso mostra o quanto o nosso time é unido, todos se doam muito. Hoje foi um jogo difícil, cometemos alguns erros, principalmente no primeiro set, quando eles viraram e conseguiram fechar. Mas nosso grupo trabalhou muito bem depois e fico muito feliz de ter ajudado a equipe. Agora é descansar um pouco e logo em seguida já concentrar para o Sul-Americano, que é uma competição importantíssima para nós”, lembrou o central Isac, da disputa que vale vaga no Mundial de Clubes. 

Na próxima semana Sada/Cruzeiro e Montes Claros fazem uma pausa no torneio nacional e vão disputar o Sul-Americano de Clubes. Por coincidência, os dois clubes irão se enfrentar na estreia, que ocorre nesta quarta-feira, às 20h30min, no segundo dia de competição, no ginásio Tancredo Neves. 

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Nico Uriarte, Evandro, Leal, Rodriguinho, Simon, Isac e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Alemão e Lukinhas
técnico: Marcelo Mendez

Montes Claros: Sandro, Lorena, Luan, Lisandro, Mesa, Mudo e Alan (líbero)
entraram: Cristiano Torelli, Tarcísio e Alemão
técnico: Sérgio Cunha

foto: Montes Claros/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio