(Superliga) Dentro do Taquaral, Corinthians/Guarulhos bate Vôlei Renata

Mesmo jogando no ginásio Taquaral (2.500 torcedores presentes), o Corinthians/Guarulhos não se intimidou e venceu o Vôlei Renata por 3 sets a 1, parciais de 25/21; 22/25; 25/21 e 25/22, pela 6ª rodada do returno da Superliga 2017/2018. Com o resultado, o Timão reassumiu a 6ª posição, com 26 pontos, enquanto a equipe de Campinas caiu para a 7ª colocação, com 24 pontos ganhos.

Pela proximidade das equipes na classificação, a primeira parcial não poderia ser diferente e foi marcada pelo equilíbrio. Sempre que os visitantes abriam vantagem, os campineiros mostravam força no saque e conseguiam empatar. Após sequência do central Júnior, com direito a ace e contra-ataque, o Vôlei Renata deixou tudo igual (18 a 18). Na reta final, porém, o Corinthians/Guarulhos aproveitou a desatenção campineira e, com destaque para o central Riad, fechou em 25 a 21. 

O duelo não mudou no segundo set e seguiu disputado ponto a ponto. O levantador Rodriguinho trabalhou bem em velocidade pelo meio e com os ponteiros e o time campineiro seguiu firme na virada de bola. No momento mais crucial da parcial, o Vôlei Renata cresceu de produção. Mesmo atrás do marcador (17 a 19), os donos da casa mantiveram a concentração e deixaram tudo igual em bloqueio de Vini (20 a 20). Em seguida, Rodriguinho encaixou boa sequência no saque, com direito a ace em cima de Serginho, e os comandados do técnico Horacio Dileo anotaram 25 a 22.

Animado pelo bom desempenho no set anterior, o Vôlei Renata começou com ritmo forte no bloqueio, com Vini e Mão parando o ataque adversário (7 a 5). Aos poucos, no decorrer da parcial, porém, o duelo foi se equilibrado e com boas atuações de Rivaldo e Riad, o Corinthians/Guarulhos manteve o equilíbrio até a reta final. Em novo momento de desconcentração campineira, os visitantes fizeram 25 a 21.

Na quarta parcial, o técnico Horacio Dileo usou o banco de reservas colocando Salsa e Matheus em quadra, mas o Corinthians/Guarulhos estava melhor, devido a boa distribuição do levantador Rodrigo Ribeiro. Empurrado por sua torcida, o Vôlei Renata superou as adversidades, os inúmeros erros e chegou a encostar no placar (24 a 22). Mesmo assim, os visitantes seguraram a pressão e fecharam em 25 a 22.

“Foi uma vitória importantíssima fora de casa. Conseguimos jogar e fazer a nossa parte muito bem, principalmente marcando a equipe deles, na nossa parte defensiva e conseguimos jogar e fazer com que o nosso time jogasse na hora que era preciso. Uma grande vitória contra um adversário que joga muito bem dentro de casa, com uma torcida maravilhosa e para a sequência do campeonato fizemos um excelente resultado aqui”, disse o líbero Serginho.

“Vitória fora de casa é sempre importante ainda mais contra um adversário direto na tabela. Uma vitória que nos dá uma moral, pois temos uma sequência muito difícil essa semana com jogo já na quarta-feira (Ponta Grossa/Caramuru) e no domingo (Sesi-SP), um jogo muito pesado, que nos dá um ânimo ainda mais para continuar trabalhando forte em busca de mais vitórias”, declarou o central Riad, eleito o melhor em quadra.

“Estudamos a forma como eles iriam jogar, mas não conseguimos executar quando o duelo começou. Faltou um pouco de paciência no passe, em jogar o jogo e ter regularidade em todos os fundamentos. Agora é descansar e nos preparar para mais uma sequência complicada”, comentou o capitão Rodriguinho.

Na próxima quarta-feira, às 20h, o Corinthians/Guarulhos recebe o Ponta Grossa/Caramuru, no ginásio da Ponte Grande. No mesmo dia, às 19h, o Vôlei Renata encara o Sesi-SP, no ginásio da Vila Leopoldina.

Equipes:

Vôlei Renata: Rodriguinho, Leandro Vissotto, Mão, Diogo, Júnior, Vini e Facundo Santucci (líbero)
entraram: Renan, Krauchuk, Matheus e Salsa
técnico: Horacio Dileo

Corinthians/Guarulhos: Rodrigo Ribeiro, Rivaldo, Riad, Luizinho, Mineiro, Fabio e Serginho (líbero)
entraram: Alan Patrick, Gabriel, Gabriel Candido e Cesinha
técnico: Alexandre Stanzioni

foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata