(Superliga B) Vôlei Ribeirão bate Botafogo no Rio de Janeiro e vira vice-líder

Mesmo jogando no ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão não se intimidou e venceu o Botafogo por 3 sets a 1, parciais de 25/20, 22/25, 25/21 e 25/21, pela 3ª rodada da Superliga B. Com o resultado, os comandados de Marcos Pacheco chegaram aos sete pontos e assumiram a vice-liderança, enquanto o Alvinegro carioca aparece no 6º lugar, com três pontos.

Desequilibrado nas viradas de bola, os alvinegros começaram o jogo sofrendo pressão adversária e viram os visitantes abrirem 20 a 13. Mauro Lima mandou Robinho e Mark para a quadra, promovendo a troca de ponteiros, e viu seu time crescer mesmo com a derrota por 25 a 20. No segundo set nova troca, agora no meio de rede com Danilão no lugar de Alberto, que rendeu a equipe um ótimo início. Com muita variação de jogadas, o Botafogo manteve a ponta até a reta final do set, sofreu a virada por 20 a 18, mas teve ótima sequência de saques de Mark para vencer por 25 a 22. 

Passado o efeito das surpresas e mais estudados em quadra, a equipe paulista voltou a ter superioridade e venceu a terceira etapa por 25 a 20. Com fundo de quadra mais ajustado e boa distribuição, o Fogão voltou a brigar ponto a ponto pela virada e tinha em Renan boa válvula de escape do bloqueio adversário. Porém, na reta final o sistema ofensivo do Vôlei Ribeirão funcionou e decretou a vitória com parcial 25 a 22.

“Eu estava esperando essa oportunidade, estava confiante. O saque entrou, o time todo foi bem diante da força do Botafogo. Vou seguir trabalhando para manter essa titularidade”, comentou o oposto Rafael, que foi o maior pontuador da equipe paulista, com 15 acertos.

“O Vôlei Ribeirão entrou em quadra com vontade, buscando a vitória, e gostei muito dessa postura. A equipe teve bons fundamentos e conseguiu superar um adversário duro, complicado. Até mesmo no set em que perdemos, o time não teve atuação ruim. O esporte proporciona essa reviravolta. Uma derrota em casa, inesperada, seguida de uma grande vitória no Rio de Janeiro”, disse o treinador Marcos Pacheco.

“Foi uma partida difícil como esperávamos. Estudamos muito o time deles mas nosso bloqueio e defesa não funcionaram muito bem. Jogar no lugar do Damião é complicado por ele ser um dos principais atacantes da Superliga mas tive bons momentos em quadra e pude ajudar meus companheiros nas viradas de bola. Agora é focar na próxima semana, que teremos outra pedreira pela frente”, disse o oposto Renan, que substituiu Alex Damião (que com febre não foi relacionado). 

Com a pausa para o Carnaval as equipes só voltam a quadra no dia 17. O São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão encara, às 17h, a Apan/Blumenau/Esferatur, na Cava do Bosque, enquanto o Botafogo pega, às 18h, o Uberlândia/Gabarito/Start Química, no ginásio do Sabiazinho.

foto: CBV/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Robinho acerta ida para o voleibol português e jogará no novo time do Sporting

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Apresentação do Corinthians/Guarulhos deve ocorrer na próxima terça-feira