(Superliga B) Em situações opostas, Santo André enfrenta o Vôlei Ribeirão

O ginásio Pedro Della’Antonia recebe neste sábado, às 16h, o duelo entre Super Vôlei/Santo André e São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão válido pela 5ª rodada da Superliga B. Será o confronto entre duas equipes de situações opostas na competição, já que o time do ABC paulista está na lanterna, sem nenhum ponto ganho, enquanto os comandados de Marcos Pacheco lideram somando dez pontos. 

Apesar de ter sofrido quatro derrotas seguidas, sendo a última para a UPIS, em Brasília, o clima é de tranquilidade, sendo que a comissão técnica tenta segurar a ansiedade do jovem elenco. Mesmo sem o compromisso de se classificar para a segunda fase (todas as oito equipes passam), o objetivo do técnico Marcelo Madeira é fazer o time evoluir e nada melhor que transformar esse desempenho em resultado. 

“Existe uma expectativa muito grande para essa partida pelo momento em que estamos vivendo. Viemos de uma semana de preparação muito forte e o grupo está muito concentrado. Sabemos que não é um jogo fácil, que o time de Ribeirão Preto chega preparado, mas nós também nos preparamos bem”, afirmou o supervisor do Santo André, Boni. 

A vitória sobre a Apan/Blumenau/Esferatur deu ao São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão a liderança isolada da Superliga B. Para manter essa posição, todos na equipe comandada por Marcos Pacheco sabem que precisam segurar a pressão der agora ser o time ‘a ser batido’ e vencer um adversário que até agora não venceu na competição acaba virando quase que uma obrigação. 

“Nosso primeiro objetivo é terminar a fase regular em primeiro lugar. Assumimos a liderança na semana passada e a ideia é nos mantermos nesta posição (...) Não tivemos nenhum jogo fácil ainda e acho que esse não será diferente. Acredito que eles devem estar numa pressão enorme pela primeira vitória e não vão facilitar nada para o nosso lado. Precisamos jogar muito bem para conseguir mais uma vitória”, declarou o ponteiro João Paulo Tavares. 

“Viemos de uma boa vitória, na Cava do Bosque, contra a equipe que liderava a competição. Mas agora é outra história, outro jogo. O Santo André tem um grupo qualificado que merece todas as atenções e ainda vai jogar dentro de sua casa. Precisamos entrar em quadra totalmente ligados”, declarou o técnico Marcos Pacheco. 

foto: Super Vôlei/Santo André/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata

Com jogos ao vivo na web, Taça Prata começa nesta terça-feira em Itapetininga