(Superliga) Sada/Cruzeiro passa pelo Copel Telecom/Maringá e segue líder

Jogando em casa, no ginásio do Riacho, o Sada/Cruzeiro cumpriu muito bem seu papel e venceu o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 21/25, 25/17 e 25/19, pela 3ª rodada do returno da Superliga 2017/2018. Com o resultado, o time celeste segue na liderança, agora com 37 pontos, enquanto os paranaenses continuam na lanterna, com apenas dois pontos ganhos. 

O Sada/Cruzeiro entrou em quadra com algumas mudanças em relação ao seu time-base com as entradas de Fernando Cachopa, Éder Levi e Pablo, nas vagas de Nico Uriarte, Isac e Filipe, respectivamente. Por outro lado, o Copel Telecom/Maringá entrou como franco-atirador e forçando bastante o saque equilibrou as ações. No final, vitória dos donos da casa por 25 a 23. 

No segundo set, os paranaenses mantiveram o bom rendimento no saque, mas foram mais efetivos na hora dos contra-ataques. Com boa distribuição de Ricardinho, os visitantes conseguiram segurar o ímpeto dos atuais campeões e fecharam a parcial em 21 a 25. Sem se abalar, o Sada/Cruzeiro voltou para o terceiro período mostrando sua força e com aproveitamento de 88% nas viradas de bolas do central Simon venceu por 25 a 17.

Na parcial seguinte, o Copel Telecom/Maringá até buscava equilibrar o jogo, mas o Sada/Cruzeiro tinha total domínios, principalmente com os ataques precisos, tendo como destaque o oposto Evandro (20 pontos em todo o jogo, sendo quatro de bloqueio). No final, os mineiros administraram a vantagem imposta em meio ao set e fecharam o duelo com 25 a 19.

“A equipe de Maringá vem crescendo nessa reta final da temporada e fez um bom jogo contra nós. Foi uma partida bonita e fico feliz de receber este troféu. A gente cometeu muitos erros em alguns momentos, principalmente no segundo set, mas também fizemos coisas boas. Às vezes a vitória mascara algumas coisas, mas se aprende muito também com as dificuldades. Agora é concentrar para a Copa Brasil, que vai precisar de 100% de cada atleta”, disse o levantador Fernando Cachopa.

“Conseguimos buscar o placar e jogar de igual para igual. Houve evolução em todos os fundamentos. Mais uma vez fizemos uma boa apresentação, mas o resultado não veio. Esperamos continuar crescendo”, declarou o treinador Alessandro Fadul.

Agora o Sada/Cruzeiro volta suas atenções para a semifinal da Copa Brasil na próxima quinta-feira, às 19h, diante do Sesc-RJ, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo. Já o Copel Telecom/Maringá só joga no sábado, dia 3, às 19h, também diante dos cariocas, no ginásio Chico Neto.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Fernando Cachopa, Evandro, Leal, Pablo, Simon, Éder Levi e Serginho (líbero)
entraram: Filipe, Nico Uriarte e Alemão
técnico: Marcelo Mendez

Copel Telecom/Maringá: Ricardinho, Alisson, Alê, Secco, Wennder, Ialisson e Daniel (líbero)
entraram: Kaio, Matheus e Rodrigo Leitzke
técnico: Alessandro Fadul

foto: Renato Araújo/Sada Cruzeiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata