(Superliga) Líder Sada/Cruzeiro duela contra o lanterna Copel Telecom/Maringá

Neste sábado, às 19h, o Sada/Cruzeiro recebe o Copel Telecom/Maringá, no ginásio do Riacho, em Contagem, pela 3ª rodada do returno da Superliga 2017/2018. Esse duelo marca o encontro do líder (no caso os mineiros, com 34 pontos) contra o lanterna (os paranaenses, com apenas dois pontos). Independente da posição na tabela, ninguém espera uma partida fácil.

Invicto em casa na temporada, o elenco cruzeirense quer manter o bom desempenho em seus domínios para seguir com tranquilidade na primeira colocação da Superliga. O técnico Marcelo Mendez terá todos os jogadores à disposição, mas pode realizar algumas alterações em relação ao time-base, já que o desgaste físico com viagens e as constantes partidas podem afetar o rendimento geral. 

“Normalmente eu tenho mais receio de jogo contra equipes que estão na parte de baixo da tabela do que contra aqueles que estão em cima. A gente tem que se policiar muito para não deixar a guarda baixar, encarar um time que não compete diretamente com a gente por posições e fazer um bom jogo. É preciso manter a concentração o tempo inteiro. Teremos a nosso favor a presença da torcida e isso é sempre bem-vindo. O ginásio, que sempre ficou cheio, manteve a nossa expectativa em 2018 e agora ainda é um período de férias. Jogamos muitas partidas fora de casa no primeiro turno e agora é a nossa vez de contar com essa energia que nos empurra rumo às vitórias”, comentou o líbero Serginho.

Sem ter vencido nenhuma partida até agora na competição, o Copel Telecom/Maringá sabe que dificilmente escapará do rebaixamento, mas nem por isso desiste de buscar um melhor rendimento. O técnico Alessandro Fadul, que assumiu o time na rodada passada, vem trabalhando muito o lado psicológico dos atletas, além de tentar buscar alternativas para enfrentar um adversário como o Sada/Cruzeiro.

“Sabemos das dificuldades dessa partida, pela qualidade do Sada Cruzeiro, mas vamos a Minas Gerais com o pensamento de fazer o melhor. Estamos treinando forte para fazer uma boa partida (...) Tivemos uma evolução consistente e isso ficou visível no último jogo em casa”, disse o técnico Alessandro Fadul.

“A partir do vigésimo ponto precisamos ter mais atenção para definição. Fizemos um turno inteiro, estamos no começo do returno e continuamos a apresentar essa deficiência. Foram feitas mudanças, de técnico e a saída do Thiago Alves, o que é natural em qualquer esporte, e a equipe sabe da situação atual e tem consciência que precisa evoluir na reta final dos sets”, comentou o levantador Ricardinho.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Leal, Filipe e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

Copel Telecom/Maringá: Ricardinho, Jean, Wennder, Ialisson, Alê, Secco e Daniel (líbero)
técnico: Alessandro Fadul

foto: Renato Araujo/Sada Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio