(Superliga) Em clássico mineiro, Minas Tênis Clube derrota Montes Claros

Na abertura da 3ª rodada do returno da Superliga 2017/2018, o Minas Tênis Clube derrotou o Montes Claros por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 28/26 e 25/14, no ginásio Tancredo Neves. Com o resultado, o time de Belo Horizonte chegou aos 28 pontos e permanece na 5ª colocação, enquanto o Pequi Atômico parou nos 11 pontos e continua no 10º lugar na tabela.

A partida começou equilibrada, com as duas equipes forçando bastante o saque: 11 a 11. Na sequência, o Minas Tênis Clube acabou sendo mais eficiente nesse fundamento e abriu vantagem, sendo que do outro lado o Montes Claros tinha mais dificuldades no side-out devido ao bom desempenho defensivo dos visitantes. No final, 25 a 21 para os comandados de Nery Tambeiro no primeiro set.

Na segunda parcial, o Montes Claros iniciou melhor e esteve na frente do placar durante boa parte do período. Com destaque para o ponteiro argentino Lisandro Zanotti (maior pontuador do jogo com 14 acertos), os donos da casa mantinham bom ritmo até Marlon ir para o saque e desequilibrar. O levantador foi responsável por igualar o marcador e depois com boas passagens de Felipe Roque e Honorato, o Minas Tênis Clube fechou em 26 a 26.

A derrotada no set anterior abalou o emocional do Montes Claros que parecia não ter se encontrado em quadra no terceiro período. Aproveitando esse momento de instabilidade do adversário, o Minas Tênis Clube foi para cima e com boa distribuição de Marlon foi abrindo vantagem. O ponteiro Honorato e o central Petrus, com 12 pontos cada um durante toda a partida, foram destaques na parcial e ajudaram o time de Belo Horizonte a fechar em 25 a 14.

“Foi um jogo muito equilibrado, principalmente nos dois primeiros sets. Tivemos algumas dificuldades no contra-ataque, mas conseguimos equilibrar no final do set e o nosso ataque entrou muito bem durante toda a partida. No terceiro set, nós mudamos um pouco a frequência do saque, entramos com um flutuante mais tático, gerando mais dificuldade ao ataque adversário que, até então, estava rendendo muito bem jogando com o passe positivo. Conseguimos abrir vantagem e mantivemos isso até o final”, disse o levantador Marlon.

“Começou um jogo muito igual, equilibrado até os 11 pontos, e depois conseguimos bons saques, sistema defensivo tocando na bola e aproveitamos bem os contra-ataques, fechando bem o primeiro set (...) No segundo, eles estavam na frente, mantiveram isso até os 16 pontos, e o Marlon teve uma boa sequência de saque, empatamos e conseguimos fazer a virada através de alguns saques flutuados do Roque e do Honorato. Com isso, ganhamos o set em um placar apertado. No terceiro, aproveitamos um pouco a instabilidade emocional do time adversário e conseguimos nos impor desde o início, administrando o resultado até o final”, disse o treinador Nery Tambeiro.

Devido as finais da Copa Brasil, os dois times terão um bom tempo para treinar. O Minas Tênis Clube recebe o Vôlei Renata, na Arena, em Belo Horizonte, na sexta-feira, dia 2, às 18h, enquanto no dia seguinte, às 19h, o Montes Claros encara o Corinthians/Guarulhos, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Montes Claros: Sandro, Lorena, Najari, Lisandro, Mesa, Tarcísio e Vanderson (líbero)
entraram: Alê, Dianini, Luan, Alan e Cristiano
técnico: Sérgio Cunha

Minas Tênis Clube: Marlon, Felipe Roque, Flávio, Pétrus, Bob, Honorato e Rogerinho (líbero)
entraram: Davy, Eduardo Carísio e Maique
técnico: Nery Tambeiro

foto: Leticia Soares/MCV

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata