(Superliga) De olho na ponta da tabela, Sesi-SP pega Ponta Grossa/Caramuru

A 2ª rodada do returno da Superliga 2017/2018 começa neste sábado, às 11h30min, quando o Sesi-SP recebe o Ponta Grossa/Caramuru, no ginásio da Vila Leopoldina. Na 3ª colocação, com 27 pontos, o time paulista quer a vitória para se aproximar da liderança (hoje do Sesc-RJ, com 31 pontos). Já a equipe paranaense, atualmente na 9ª posição, com 11 pontos, quer vencer para seguir sonhando com os playoffs.

Em sua primeira partida em 2018, o Sesi-SP tenta manter a sequência de bons resultados obtidos no final do ano passado. As vitórias sobre Sesc-RJ e Copel Telecom/Maringá, em casa, foram fundamentais para os comandos de Rubinho seguirem na briga pela liderança. Alias, o fato de jogar na Vila Leopoldina vem fazendo a diferença e a boa notícia é que a equipe fará ainda cinco jogos em seus domínios neste segundo turno.

Um dos motivos do Sesi-SP ter uma boa regularidade na Superliga (até aqui são nove vitórias e três derrotas), é a parceria e o entrosamento existente do levantador William e do oposto Alan. Os dois já se conheciam dos tempos de Sada/Cruzeiro e agora estão juntos desde o início da temporada na equipe paulista. Além deles, El Mago, tem a sua disposição jogadores conhecidos por serem ótimos atacantes (Lipe, Aracaju, Douglas Souza e Lucão).

“Jogar com o William é esplêndido. Ele é o mago e, para mim, é o melhor levantador do mundo. É uma oportunidade incrível e sou muito grato por ter essa chance de estar ao seu lado mais uma temporada”, disse o oposto Alan.

Depois de um recesso para os atletas no fim de 2017, o Ponta Grossa/Caramuru iniciou o ano priorizando a parte física e na sequência realizou dois jogos-treinos contra a Apan/Barão/Blumenau, para manter o ritmo do elenco. Para encarar o Sesi-SP, o técnico Fábio Sampaio terá três desfalques: os ponteiros Zapata (com um incômodo no joelho), e Peron (fora de combate desde o jogo contra o Montes Claros no dia 15 de dezembro, por uma torção no tornozelo), além do central Thales (também lesão no tornozelo).

“O Sesi-SP tem atletas de nome e também com muita eficiência. É um jogo difícil, sabemos que eles virão com tudo pra cima. Eles tem um oposto que é um dos maiores pontuadores da Superliga, dois centrais que dispensam comentários, um levantador difícil de ser estudado. Mesmo sendo 'franco-atirador', o Caramuru vai se impor dentro de quadra e buscar tirar pontos do Sesi-SP”, afirmou o treinador Fabio Sampaio.

Equipes:

Sesi-SP: William, Alan, Aracaju, Lucão, Douglas Souza, Lipe e Murilo (líbero)
técnico: Rubinho

Ponta Grossa/Caramuru: Índio, Leozão, Cris, Thales, Bruno Rubbo, Peron e Bruninho (líbero)
técnico: Fábio Sampaio

foto: Amanda Demétrio/Sesi-SP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Robinho acerta ida para o voleibol português e jogará no novo time do Sporting

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Apresentação do Corinthians/Guarulhos deve ocorrer na próxima terça-feira