(Superliga B) Confronto entre UPIS e Vôlei Ribeirão Preto abre competição

Edição 2018 da Superliga B começa neste sábado, às 17h, quando a UPIS Vôlei recebe o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão Preto, no ginásio AABB, em Brasília. A equipe do Distrito Federal chega para a competição com um time recheado de jovens, enquanto o time paulista, que é atual campeão da Taça Prata, tem atletas acostumados a disputar a Superliga.

Na UPIS, o nome mais conhecido do elenco é do ponteiro Enoch Eli, mas vale destacar que o técnico Flávio Thiensen tem nas mãos jogadores interessantes, como os centrais Symon, ex-Rádio Clube/AVP e Frank, ex-São José dos Campos. Além deles é bom ficar de olho no levantador Leonardo, que disputou o último Campeonato Paulista pela Climed/Atibaia e o líbero Matheus, ex-Minas Tênis Clube.

“Sabemos que existem três equipes com orçamentos maiores que as outras, inclusive uma delas é Ribeirão, que será nosso primeiro adversário, mas acredito em uma Superliga B equilibrada. Acho que a competição está subindo no nível técnico e teremos muitas surpresas. Estamos confiantes em fazer um bom papel, não só na estreia, mas durante toda a Superliga”, afirmou o treinador Flávio Thiensen.

No São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão, o técnico Marcos Pacheco sabe da responsabilidade que tem, já que o elenco é um dos mais fortes da competição, tendo nomes conhecidos do grande público, como o levantador Jotinha, o central Giovanni e o ponteiro João Paulo Tavares, campeão mundial com a seleção brasileira em 2010. Entretanto, o discurso é de pensar jogo a jogo, mas de olho em uma das duas vagas para a elite nacional.

“É uma situação diferente do início, quando o grupo estava sendo formado e praticamente não se conhecia. Hoje, depois do Campeonato Paulista e da Taça Prata, o elenco se conhece e sabemos onde cada um pode render o necessário. A Superliga B é o nosso projeto principal. Primeiro formamos a equipe e entramos no Paulista, depois conquistamos o grande objetivo do ano passado, que era a vaga para a Superliga B. Agora nossa meta é uma vaga na Superliga”, contou o técnico Marcos Pacheco.

foto: Vôlei Ribeirão/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio