quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

(Copa Brasil) Clássico entre EMS Taubaté/Funvic e Sesi-SP vale vaga na final

Um dos maiores clássicos dos últimos tempos no Brasil decidirá uma vaga para a decisão da Copa Brasil. Nesta quinta-feira, às 21h, EMS Taubaté/Funvic e Sesi-SP se enfrentam no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, com transmissão do SporTV. Os dois times chegam para a partida embalados por boas campanhas na Superliga 2017/2018, ou seja, é de se esperar um grande jogo.

No EMS Taubaté/Funvic, apesar do desfalque do ponteiro Lucarelli, que se recupera de uma cirurgia no tendão calcâneo, o momento é de crescimento na temporada, realizando bons jogos na Superliga e disposto a conquistar novamente a Copa Brasil. Na primeira rodada do torneio, os comandados de Daniel Castellani passaram pelo Minas Tênis Clube e com um retrospecto de três vitórias em três jogos em 2018.

“Para nós, o ano tem dois momentos mais importantes: a Copa Brasil e o playoff da Superliga. Então, é um momento que o jogador sente, quer jogar, são momentos importantes e chegamos aqui querendo ser protagonistas e nos organizamos para estes dois momentos. Sem dúvida, são os momentos auges do ano”, afirmou o treinador Daniel Castellani.

“Nossa expectativa é de um jogo muito duro contra o Sesi-SP. Estamos nos preparando para isso, e temos essa consciência de que nós que iremos construir uma vitória. O clima entre nós está ótimo, e estamos totalmente focados nesse jogo decisivo. Estamos fora de casa, com a torcida toda deles contra nós, mas sabemos que podemos fazer um bom jogo e vencer”, destacou o líbero Thales.

Pelo lado do Sesi-SP, o clima também é bom e a possibilidade de realizar a fase final da Copa Brasil em casa é um fator que agrada a todos no elenco. Com o levantador William comandando o time dentro de quadra, os paulistanos vem mostrando muita força ofensiva. Vale destacar o bom desempenho do oposto Alan e a presença de Murilo como líbero, cada dia mais adaptado a nova função.

“Essas são competições que colocam as equipes em chance de mais um título e de criar essa situação de competitividade. É algo extremamente utilizado no exterior, e é um momento muito interessante, no meio da Superliga, colocando esses times a prova, em jogos eliminatórios. É mais uma competição, uma fase final e, com isso, temos como nos desenvolver ainda mais”, disse o técnico Rubinho.

Equipes:

EMS Taubaté/Funvic:
Rapha, Wallace, Otávio, Solé, Dante, Ivovi e Thales (líbero)
técnico: Daniel Castellani

Sesi-SP: William, Alan, Lucão, Aracaju, Lipe, Douglas Souza e Murilo (líbero)
técnico: Rubinho

foto: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

Nenhum comentário:

Postar um comentário