(Superliga) Minas supera Ponta Grossa/Caramuru e sobe para o 5º lugar

O Minas Tênis Clube jogou em casa e conseguiu a vitória sobre o Ponta Grossa/Caramuru no encerramento da 10ª rodada da Superliga 2017/2018. Na Arena, em Belo Horizonte, o time da casa venceu por 3 sets a 0, parciais de 32/30, 25/21 e 26/24, chegando assim aos 18 pontos e assumindo a 5ª colocação, enquanto os paranaenses seguem no 9º lugar, com oito pontos.

Felipe Roque começou a partida pontuando no ataque. O Ponta Grossa Caramuru pontuou no erro de saque do Minas. O time paranaense esteve à frente em 3 a 2 e na sequência abriu maior vantagem em 6 a 4. No ponto de saque de Flávio, o Minas chegou ao ponto de empate: 6 a 6. No bloqueio e depois no ataque de Roque, os donos da casa fizeram 9 a 7. O Ponta Grossa Caramuru encostou no placar em 11 a 12. Quando o Minas marcou 15 a 12, Fábio Sampaio pediu tempo. A parada funcionou e o time paranaense empatou em 17 a 17. Com Leozão, o Caramuru marcou 20 a 17. Tudo igual em 21 a 21. Muito equilíbrio na reta final do set até o Minas fechar em 32 a 30.

As duas equipes empataram em 2 a 2, 4 a 4 e novamente em 6/6 dando mais equilíbrio também no começo do segundo set. Com Léo, o Ponta Grossa Caramuru pontuou explorando o bloqueio adversário: 9 a 8. Com ponto de saque de Bisset, o Minas Tênis Clube marcou 11 a 10. O time da casa colocou três de vantagem no ace de Marlon. No bloqueio de Felipe Roque, o grupo mineiro marcou 17 a 14. Em boa passagem de Carísio pelo saque, o Minas colocou cinco de vantagem (21 a 16) e o Caramuru pediu tempo. Na sequência, o time da casa venceu o set por 25 a 21.

Assim como no set anterior, Minas e Caramuru começaram com equilíbrio, empatando em 3 a 3. No bloqueio, o time de Ponta Grossa assumiu o comando do marcador em 7 a 6. O Minas Tênis Clube deixou tudo igual em 10 a 10. Os dois times empataram em 14 a 14. Com Leozão, o Ponta Grossa Caramuru colocou dois de vantagem: 17 a 15. O Minas reagiu e, no bloqueio, aproximou no placar (18 a 20). Fábio Sampaio pediu tempo. No bloqueio de Flávio, o time da casa empatou: 22 a 22. O Minas seguiu melhor e fechou a partida em 26 a 24.

“Sabíamos das dificuldades dessa partida, mas fizemos uma semana de treinos muito boa. Entramos focados, enfrentamos essas dificuldades esperadas, mas concentramos, nosso bloqueio e saque entraram bem e conseguimos a vitória em um jogo difícil. As equipes grandes forçam saque o tempo inteiro e viemos com essa proposta hoje para quebrar a recepção deles e facilitar o nosso sistema defensivo”, comentou o central Flávio.

“Sabíamos que era preciso forçar o saque. Era um jogo de risco, na casa deles, e acabamos cometendo bastante erro. Faltou concentração. A equipe é muito nova e nos momentos decisivos faltou esse foco”, analisou o central Maycon.

O Minas Tênis Clube volta a jogar no próximo sábado, às 15h, diante do Lebes Canoas, novamente na Arena, em Belo Horizonte. Já o Ponta Grossa/Caramuru encara o Montes Claros na sexta-feira, dia 15, às 21h45min, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Marlon, Felipe Roque, Flávio, Pétrus, Bob, Bisset e Rogerinho (líbero)
entraram: Maique, Davy, Honorato, Carisio e Vanole
técnico: Nery Tambeiro

Ponta Grossa/Caramuru: Índio, Leozão, Maycon, Thales, Léo, Perón e Bruno (líbero)
entraram: Dutra, Cris, Léo Jack e Rubbo
técnico: Fábio Sampaio

foto: Orlando Bento/MTC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Saída de Leal para o Civitanova faz Sada/Cruzeiro aquecer mercado internacional

Invicto no Espanhol, Palma Volley conta com bom momento do ponteiro Zóio