sábado, 16 de dezembro de 2017

(Mundial de Clubes) SadaCruzeiro perde para o Zenit Kazan e disputa o bronze

O Sada/Cruzeiro vai disputar neste domingo, às 14h30min, a medalha de bronze do Campeonato Mundial de Clubes, contra o Skra Belchatow, da Polônia. Na semifinal, a equipe celeste foi superada pelo Zenit Kazan, da Rússia, que contou com um saque arrasador para fazer 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/19 e 25/18. No outro cruzamento, o time polaco perdeu para o Lube Civitanova, da Itália, por 3 sets a 0.

Adversário dos brasileiros na semifinal, o Zenit Kazan foi superior na partida, contando também com um potente ataque e um bom trabalho no bloqueio. Wilfredo Leon, ponteiro cubano da equipe russa, foi um dos grandes destaques do jogo, com 20 pontos, seguido por Mikhaylov, com 14. O cruzeirente Leal também marcou 14 vezes.

“Infelizmente o nosso jogo não entrou tão bem e do outro lado os russos sacaram demais, foram bem em todos os fundamentos e conquistaram essa vitória com muitos méritos. É um resultado que frustra a gente, principalmente nosso time, acostumado às decisões, tantos títulos, e entre eles o Tricampeonato Mundial, o que é dificílimo. Seguimos com a cabeça erguida, conscientes do nosso trabalho e vamos com tudo para buscar esse terceiro lugar e levar essa medalha para o Brasil. Com certeza também não será fácil, pois é um torneio com grandes equipes, mas vamos firmes para fazer o nosso melhor em busca da vitória”, afirmou o ponteiro e capitão Filipe.

“O Zenit Kazan jogou bem no saque e seu time estava tento um alto índice de acertos nos fundamentos. Desejamos-lhes boa sorte no jogo de amanhã, enquanto nós precisamos analisar como jogamos hoje e nos preparar para domingo”, declarou o técnico Marcelo Mendez.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Uriarte, Leal, Simon, Evandro, Isac, Filipe e Serginho (líbero)
entraram: Alemão, Rodriguinho e Fernando Cachopa
técnico: Marcelo Mendez

Zenit Kazan: Leon, Mikhaylov, Anderson, Volvich, Gutsalyuk, Butko e Verbov (líbero)
entrou: Alekseev
técnico: Vladmir Alenko

foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário