(Mundial de Clubes) Sada/Cruzeiro estreia nesta terça-feira contra italianos

Em Opole, na Polônia, já está tudo pronto para o início do Campeonato Mundial de Clubes. E a bola sobe para o Sada Cruzeiro a partir das 17h30min no horário de Brasília (20h30min hora local) desta terça-feira quando o time celeste inicia a luta pelo tetracampeonato encarando o italiano Lube Civitanova. O SporTV transmite o jogo ao vivo. 

Na manhã desta segunda-feira, o técnico Marcelo Mendez e o capitão Filipe participaram de uma entrevista coletiva com as outras equipes, representantes da Federação Internacional de Voleibol – FIVB, organizadores locais, o prefeito de Opole e autoridades. A sala de imprensa da Arena Opole, onde acontecerão todos os jogos da chave A do torneio, estava cheia, um sinal da importância do torneio, que reúne os principais clubes do planeta. 

“É muito legal já pisar nesta quadra e pensar nos jogos que faremos aqui. A adrenalina já vem com tudo e é muito bacana isso. Vamos disputar o sexto Mundial de Clubes e parece que é o primeiro, pela empolgação, pela vontade que todo mundo demonstra em querer fazer o melhor. Estamos longe de casa, em um país diferente, mas tenho certeza que os nossos torcedores vão acompanhar tudo do Brasil e torcer muito”, lembrou o capitão Filipe.

“Vamos enfrentar o atual campeão italiano, uma equipe muito forte, como todas que estão neste Mundial de Clubes. Esta edição com certeza é a mais disputada dos últimos anos, com muitos candidatos ao título. Temos que trabalhar muito bem e estarmos atentos. Treinamos bem nos últimos dias, trabalhando bastante nossa recepção, nosso bloqueio e nosso ataque. Cada jogo será uma final neste campeonato”, disse o técnico Marcelo Mendez.

A primeira fase do Campeonato Mundial coloca oito equipes dividas em duas chaves, sendo que os dois primeiros de cada avançam as semifinais. O Sada/Cruzeiro está no Grupo A ao lado do Lube Civitanova (Itália), do Zaksa Kedzierzyn-Kozle (Polônia) e do Sarmeyeh Bank Teheran VC (Irã). Já no Grupo B estão: Skra Belchatow (Polônia), Bolívar (Argentina), Zenit Kazan (Rússia) e Shanghai Volleyball Club (China).

foto: FIVB/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem apoio e problemas de estrutura, Rádio Clube/AVP decide fechar as portas

Com novidades, Apan/Barão/Esferatur/Blumenau só pensa na Superliga B

Representando o Norte e o Amazonas, AA Nilton Lins encara a Taça Prata