quarta-feira, 29 de novembro de 2017

(Superliga) Montes Claros pega o Sesc-RJ em partida isolada nesta quarta-feira

A abertura da 9ª rodada da Superliga 2017/2018 ocorre nesta quarta-feira, às 19h, quando o Montes Claros recebe o Sesc-RJ, no ginásio Tancredo Neves. Na 10ª posição, com cinco pontos, o time mineiro busca de qualquer maneira se recuperar para seguir na briga por uma vaga nos playoffs. Já a equipe carioca chega para o duelo ocupando a vice-liderança, com 22 pontos, e querendo muito manter a boa fase. A partida terá transmissão do SporTV.

O Montes Claros vem de uma série de seis derrotas consecutivas, porém tendo feito dois bons jogos nos últimos confrontos, contra EMS Taubaté/Funvic e Sada/Cruzeiro. O técnico Sergio Cunha, que ainda tem a alcunha de interino, vem trabalhando forte nos treinamentos, buscando um melhor rendimento, apesar de saber das dificuldades da equipe que ainda não encontrou seu melhor jogo.

“É bem bacana estar jogando bem contra times fortes. Eles nos proporcionam um grau de dificuldade e marcações, uma altura de bloqueio forte, uma defesa mais bem posicionada e isso exige ainda mais do nosso time. Quando estamos sob pressão e conseguimos fazer uma boa partida, criamos expectativa de que em outros jogos, com um pouco menos de dificuldade, conseguiremos um resultado positivo contra adversários diretos”, disse o oposto Alemão, que vem atuando como titular no lugar de Lorena.

“Mas, não podemos cair nessa de que, porque jogamos bem contra essas equipes, vamos ter sempre boas atuações. São partidas diferentes e cada uma tem a sua história. Agora pegamos a equipe do Sesc-RJ, também muito difícil, mas que está se estruturando por ser um time novo e nós temos que tentar aproveitar qualquer falha deles. Vai ser um bom confronto antes de um jogo direto na outra semana, contra Maringá”, complementou o jogador do Pequi Atômico.

Tendo dois jogos a menos que o líder Sada/Cruzeiro, os cariocas do Sesc-RJ são considerados os líderes por aproveitamento da Superliga, porém ninguém no elenco e na comissão técnica pensa nisso. O discurso é pensar jogo a jogo, independente do adversário estar na briga pela parte de cima da tabela, por vaga nos playoffs, ou lutando para não cair. 

“O time de Montes Claros vem de dois jogos muito fortes contra EMS Taubaté Funvic e Sada Cruzeiro. Estão em uma crescente e temos que estudar bastante o que eles vêm fazendo para conseguir colocá-los em dificuldade (...) Eles contam com jogadores experientes, como o levantador Sandro e o oposto Lorena, que estão acostumados a jogar sob pressão. Além disso, o Alemão vem jogando como oposto titular e vem apresentando um ótimo voleibol, o que nos preocupa. Temos que entrar atentos e com agressividade para sairmos com a vitória”, destacou o levantador Thiaguinho.

Equipes:

Montes Claros: Sandro, Alemão, Tarcísio, Mesa, Zanotti, Najari e Alan (líbero)
técnico: Sérgio Cunha

Sesc-RJ: Thiaguinho, Renan, Maurício Souza, Tiago Barth, João Rafael, Maurício Borges e Tiago Brendle (líbero)
técnico: Giovane Gávio

foto: Junior Neves Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário