terça-feira, 28 de novembro de 2017

(Superliga) Em pleno Chico Neto, JF Vôlei derrota Copel Telecom/Maringá

No encerramento da 8ª rodada da Superliga 2017/2018, o JF Vôlei derrotou o Copel Telecom/Maringá por 3 sets a 2, parciais de 21/25, 25/20, 25/21, 31/33 e 23/21, no ginásio Chico Neto. Com o resultado, o time mineiro chegou aos dois pontos e aparece na 11ª colocação, enquanto a equipe paranaense continua sem vencer na competição, somando apenas um ponto e ocupando a lanterna.

O JF Vôlei abriu o placar no erro do adversário. Alisson marcou o primeiro ponto do Copel Telecom Maringá Vôlei. O time visitante colocou dois de vantagem em 5 a 3. Com Leozinho, o grupo mineiro chegou a 7 a 4. No bloqueio de Wennder, o Maringá chegou ao ponto de empate: 7 a 7. O set seguiu com equilíbrio e um novo empate em 12 a 12. No ace de Alê, o Copel Telecom Maringá colocou dois de frente (16 a 14) forçando Henrique Furtado a pedir tempo. Com ponto de bloqueio de Ialisson, 18 a 15. Kaio ainda marcou mais um para o time paranaense (19 a 15) e o adversário pediu outro tempo. Com Ialisson explorando o bloqueio, Maringá chegou a 22 a 16. O JF Vôlei reagiu, mas o Copel Telcom Maringá administrou a vantagem e fechou em 25 a 21.

O JF Vôlei começou melhor e, com Leozinho, colocou dois de vantagem: 4 a 2. O Copel Telecom Maringá Vôlei buscou e deixou tudo igual em 4 a 4. No bloqueio do levantador Felipe, a equipe mineira voltou a abrir diferença ao marcar 8 a 5. Na sequência, contando com erros dos donos da casa, o JF Vôlei chegou a 12 a 8. Alê reduziu a diferença para o Copel Telecom Maringá ao marcar 12 a 14. No bloqueio, o JF Vôlei aumentou a vantagem para seis pontos em 18 a 12 e Renato Lúcio pediu tempo. O time da casa reagiu e em boa passagem de Wennder no saque fez 17 a 20. No ponto de saque de Adami, o JF Vôlei chegou ao ponto de set (24 a 19). Com Leozinho, o time de Juiz de Fora fechou em 25 a 20.

As equipes seguiram trocando pontos no início do terceiro set até o empate em 3 a 3. No erro do adversário, depois de bom saque de Ricardinho, o Copel Telecom Maringá Vôlei abriu dois em 6 a 4. O JF Vôlei reagiu e assumiu o comando do marcador em 8 a 7. Renato Lúcio pediu tempo. Com Kaio pontuando bem, a equipe da casa encostou em 10 a 11. Com Bruno pelo meio de rede, o time de Juiz de Fora marcou 16 a 14. O Copel Telecom Maringá chegou ao ponto de empate em 17 a 17. Mas, o JF Vôlei voltou a pontuar bem e com Rômulo marcou 20 a 17. O Maringá reagiu mais uma vez e encostou em 19 a 20. Mas, o time visitante seguiu melhor e fechou em 25 a 21.

Assim como nos sets anteriores, os times fizeram um início equilibrado (3 a 3). Os donos da casa tiveram um de vantagem em 6 a 5. No bloqueio de Bruno, no entanto, o JF Vôlei assumiu o comando do marcador e fez 7 a 6. O placar voltou a ficar igual em 8 a 8. A equipe de Juiz de Fora abriu dois em 11 a 9 e Renato Lúcio pediu tempo. No ponto de saque de Emerson, 12 a 9. Ainda em grande passagem de Emerson pelo saque, o JF Vôlei ainda chegou a 14 a 9. Com Alison, o Copel Telecom Maringá chegou a 13 a 15 demonstrando poder de reação. A equipe paranaense chegou ao ponto de empate em 18 a 18. Com dois pontos de saque de Bruno, o Maringá virou o placar e fez 21 a 20. Leozinho colocou Juiz de Fora na frente de novo: 22 a 21. No bloqueio de Wennder, o Maringá deixou tudo igual em 24 a 24. Mais um bloqueio e 26 a 25 para o time da casa. Depois foi a vez do grupo mineiro bloquear e fazer 26 a 26. Leozinho marcou 28 a 27. Com ponto de bloqueio de Johan, o Copel Telecom marcou 30 a 29. No final, vitória paranaense por 33 a 31.

Depois de todo o equilíbrio do jogo inteiro, o set decisivo esteve igual em 3 a 3. O JF Vôlei abriu 5 a 3, mas o Copel Telecom Maringá Vôlei buscou e virou o jogo com dois bloqueios seguidos: 6 a 5. Henrique Furtado pediu tempo. A parcial esteve empatada em 7 a 7. O time da casa fez 9 a 8 e o treinador do JF Vôlei parou o jogo novamente. O Maringá ainda chegou a 11 a 8. No bloqueio de Johan, 13/10. Juiz de Fora encostou em 12 a 13. Alison marcou 14 a 12. No bloqueio de Leozinho, o time visitante deixou tudo igual: 14/14. Novo empate em 17 a 17 e 20 a 20. No final, vitória do JF Vôlei por 23 a 21.

“Que eu me lembre é a primeira vez que tenho essa pontuação. Foi um grande jogo e todo mundo deu seu melhor. Os dois times sabiam da importância dessa partida, que é uma delas muito boas de ser jogada (...) Fico feliz pela pontuação, sei que é um destaque individual, mas o mérito é coletivo. As bolas estavam boas e tudo isso é um trabalho conjunto. Estou muito feliz com a vitória, esse é o meu primeiro VivaVôlei e vou pra casa muito feliz”, disse o ponteiro Leozinho.

“Fizemos uma boa partida e a equipe deles também. Vimos um jogo de garra, entrega de quem quer algo a mais na competição. Falhamos em momentos importantes, mas o trabalho continua firme e vamos pensar no Minas já na próxima sexta”, disse o treinador Renato Lúcio.

Na próxima sexta-feira, às 20h30min, o Copel Telecom/Maringá irá enfrentar o Minas Tênis Clube, na Arena, em Belo Horizonte. Já o JF Vôlei voltará a jogar em casa, no sábado, às 18h, quando receberá o Ponta Grossa/Caramuru, no ginásio da UFJF.

Equipes:

Copel Telecom/Maringá: Ricardinho, Alisson, Wennder, Ialisson, Alê, Kaio e Gian (líbero)
entraram: Brasília, Jean Carlos, Leitzke, Bruno, Thiago Alves e Johan
técnico: Renato Lúcio

JF Vôlei: Felipe, Emerson, Rômulo, Bruno, Rammé, Leozinho e Juan Mendez (líbero)
entraram: Raphael, Adami e Drago
técnico: Henrique Furtado

foto: Rodrigo Araújo/Copel Telecom Maringá

Nenhum comentário:

Postar um comentário