sexta-feira, 3 de novembro de 2017

NBB terá jogos na TV aberta, fechada, Facebook e Twitter. E agora Superliga?

Começa neste sábado mais uma edição do NBB, principal campeonato de basquete do Brasil. Para essa temporada, a Liga Nacional de Basquete anunciou algumas novidades, entre elas uma parceria com o Twitter, que irá transmitir 17 partidas do campeonato. Além disso, o Facebook segue com transmissões ao vivo pelo Live, além de jogos com TV aberta (Band) e fechada (SporTV).

Mais uma vez, o pessoal da Liga Nacional de Basquete mostra como fazer um produto crescer, lembrando que hoje a marca NBB tem muita força, tendo 15 equipes na divisão principal, além de clubes na Liga Ouro e na Liga de Desenvolvimento. A Caixa Econômica Federal garantiu novamente os naming rights da competição, enquanto todas as Arenas (leia-se, ginásios) tem um padrão pré-estabelecido com as marcas das equipes e seus apoiadores.

Essa não será a primeira nem a última matéria que o Espaço do Vôlei fará sobre comparações de produtos, seja (NBB x Superliga, NBA x Superliga ou Liga Futsal x Superliga). A intenção aqui é mostrar como a Confederação Brasileira de Vôlei segue atrasada (apesar de algumas mudanças a cada ano) no quesito qualificação do seu próprio conteúdo. Para se ter uma ideia o Facebook transmite jogos do NBB desde 2014.

Em breve falaremos sobre as transmissões pela web da CBV e a dificuldade que os clubes tem em viabilizar isso para os seus torcedores. Equipamento, pessoal qualificado e normas que devem ser seguidas da CBV são alguns fatores que inviabilizam financeiramente o projeto. Para finalizar, vejam esse depoimento:

“As transmissões de jogos via streaming tem sido um sucesso e, na última temporada, através da parceria com o Facebook, conseguimos melhorar ainda mais a experiência para os torcedores que acompanham e interagem com as transmissões. Além disso, conseguimos aumentar nossa base de fãs na plataforma, investindo em conteúdos exclusivos para mostrar tudo o que acontece dentro e fora das quadras do NBB”, afirmou o presidente da Liga Nacional de Basquete, João Fernando Rossi, que de um ano para o outro viu a base de fãs no Facebook aumentar em 160 mil.

foto: LNB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário