sexta-feira, 27 de outubro de 2017

(Taça Prata) UM Itapetininga supera São José e vai disputar a Superliga B

Contando com o apoio da torcida no ginásio Aryton Senna, o UM Itapetininga derrotou o São José Vôlei por 3 sets a 1, parciais de 25/16, 23/25, 27/25 e 25/23, e se classificou para a Superliga B. Além da vaga para a segunda divisão nacional, o resultado fez o time comandado por Fabiano Magoo ser o 1º colocado do Grupo A o que lhe garante disputar a decisão do torneio.

O primeiro set foi marcado por muitos erros dos dois lados, os donos da casa exploraram bastante o saque e conseguiram abrir boa vantagem no começo, o São José chegou a esboçar uma reação, mas o UM Itapetininga fechou a parcial em 25 a 16. No segundo set, a equipe joseense se destacou pela velocidade nas jogadas de ataque e pelo saque forte, o Um Itapetininga chegou a reagir na reta final, com a entrada de André Nascimento no lugar de Gregori Baiano, abrindo 23 a 21. Entretanto, o São José Vôlei se manteve na proposta de jogo rápido e fechou em 23 a 25.

O terceiro set começou com o time da casa abrindo boa vantagem no placar chegando a abrir cinco pontos de diferença. Mas São José reagiu na parcial, liderados pelo bom aproveitamento do oposto Lucas Cândido e do central Renan Levandosk. Os visitantes chegaram a ter duas oportunidades de fechar o set, mas na hora decisiva, o UM Itapetininga foi melhor e fez 27 a 25. No quarto set, os donos da casa repetiram o roteiro, chegaram a abrir cinco pontos de vantagem no jogo e quando venciam por 20 a 16, viram o São José Vôlei passar no placar por 21 a 22. Entretanto, empurrados pela sua torcida, os comandados de Fabiano Magoo conseguiram retornar à liderança e fechar o duelo por 25 a 23.

“Entrei com o mesmo pensamento que ontem, tentar ajudar o time no meu ataque, tentando fazer o melhor. A equipe foi muito unida, eram todos por um, pela final. Agora vamos descansar bem, se alimentar bem, mentalmente chegarmos embalados para levar o título”, afirmou o oposto Gregore Baiano, que anotou 24 pontos.

“Sabíamos da dificuldade do jogo contra Itapetininga por ter a torcida a seu favor e por ser um time muito bem montado. Fomos pra cima para tentar conquistar a vaga hoje e a nossa equipe jogou bem. Erramos em alguns detalhes e isto faz parte do voleibol”, disse o técnico, Fabrizio Capello, do São José Vôlei.

Na decisão da Taça Prata, que ocorre neste sábado, às 18h30min, o UM Itapetininga enfrenta o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão. Entretanto, às 16h, o São José Vôlei encara o Super Vôlei/Santo André pela disputa do 3º lugar e pela última vaga na Superliga B.

foto: Alex Junior/ Vôlei Um Itapetininga

Nenhum comentário:

Postar um comentário