domingo, 29 de outubro de 2017

(Taça Prata) Super Vôlei/Santo André vence São José e está na Superliga B

A disputa do 3º lugar na Taça Prata valia muito mais que o pódio no torneio, já que o vencedor garantiria uma vaga na Superliga B. Com esse pensamento, Super Vôlei/Santo André e São José Vôlei entraram na quadra do ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga, e fizeram um belo duelo que terminou com vitória do time do ABC por 3 sets a 0, parciais de 30/28, 26/24, 25/23.

O primeiro set foi disputado ponto a ponto, sendo que o São José Vôlei chegou a liderar o placar na maior parte do período. Entretanto, o Super Vôlei/Santo André conseguiu a virada e fechou a parcial em 30 a 28. No segundo set, o roteiro se repetiu, com a equipe joseense sempre a frente durante todo o tempo, mas nos momentos decisivos quem teve mais paciência e tranquilidade foi o time do ABC: 26 a 24. No terceiro set, mais uma vez o São José Vôlei liderou o placar, porém no final os comandados de Marcelo Maidera foram melhores e fecharam o duelo com 25 a 23.

“Foi uma vitória importante que tivemos sobre São José dos Campos. Sabíamos que indo para a Taça Prata teríamos uma chance dentro da chave, que era vencer os dois jogos. Vencemos o primeiro e o segundo foi muito disputado, mas deixamos escapar o quarto set e o Vôlei Ribeirão conseguiu a vaga. A segunda oportunidade seria diante do São José Vôlei e a equipe entrou firme, a garotada correspondeu em um jogo tenso e mesmo com os dois times não apresentando tecnicamente um bom voleibol, o importante foi que conquistamos a vaga. Agora é se preparar para a Superliga B”, declarou o treinador Marcelo Madeira.

"Estou muito feliz pelo resultado e pela vaga da Superliga B. Só tenho que agradecer ao Santo André pela confiança e pela oportunidade. Agora é trabalhar muito porque esta Superliga B estará bem forte. Agora estou muito feliz mesmo de poder joga mais uma liga", afirmou o líbero Diego, um dos destaques do time do ABC.

“Fizemos um jogo ruim, penso que a ansiedade de vencer e conquistar a vaga atrapalhou nosso time durante a partida, não conseguimos imprimir nosso volume de jogo. Tivemos oportunidades de fechar o primeiro e o segundo set e também levamos a virada nos três sets do jogo. Resumindo, não estávamos em um dia bom”, afirmou o técnico Fabrizio Capello.

A princípio, a Superliga B iniciará em janeiro contando com nove equipes. São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão, UM Itapetininga e Super Vôlei/Santo André, classificados através da Taça Prata, além de Botafogo, Apan/Barão/Blumaneu, ASPMA/Araucária/Berneck, Upis/Brasília, MonteCristo e Uberlândia/Gabarito. A CBV ainda irá confirmar os participantes em breve.

foto: Alex Junior/ Vôlei Um Itapetininga

Nenhum comentário:

Postar um comentário