terça-feira, 31 de outubro de 2017

(Superliga) Quarta-feira tem jogão: EMS Taubaté/Funvic x Sada/Cruzeiro

Um dos jogos mais esperados da Superliga 2017/2018, EMS Taubaté Funvic x Sada/Cruzeiro, acontecerá nesta quarta-feira, às 19h, no ginásio Abaeté. A partida, válida pela 11ª rodada, será antecipada devido a participação da equipe mineira no Campeonato Mundial de Clubes, em dezembro, na Polônia. O duelo entre os dois finalistas da edição passada terá transmissão do SporTV.

Será um desfile de grandes nomes do voleibol brasileiro e mundial. Em quadra, pelo time da casa, cinco jogadores de seleção brasileira (Rapha, Wallace, Otávio, Lucarelli e Thales), além do campeão olímpico Dante e dos estrangeiros Solé e Ivovic. Pela equipe mineira, dois de seleção brasileira (Isac e Rodriguinho), além de outro campeão olímpico, Evandro, e outros jogadores de grande experiência, como Filipe, Leal, Simon e Serginho.

Após estrear com derrota para o Sesc-RJ, fora de casa, o EMS Taubaté/Funvic se recuperou e venceu Copel Telecom/Maringá e Ponta Grossa/Caramuru, chegando a seis pontos e aparecendo na 5ª colocação. O técnico Daniel Castellani sabe do potencial da sua equipe, mas ainda espera ver o sérvio Ivovic, que se recuperou recentemente de uma lesão, sendo aquele dos tempos em que foi escolhido o melhor da Liga Mundial.

“Temos que nos acostumar com essa situação. Durante as competições de seleção, estamos lado a lado, defendendo o nosso país e jogando juntos. Quando começa a temporada de clubes, cada um segue para o seu time e na Superliga acabamos sendo adversários. É normal dentro da nossa rotina de atletas. Dentro de quadra, somos adversários e fora continuamos amigos”, disse o oposto Wallace, que prevê um jogo bem complicado.

“Jogo entre Taubaté e Sada sempre é muito difícil. São dois times fortes, que se conhecem bem e que sempre que sempre enfrentam é garantia de uma boa partida. Estamos estudando bem e o fato de estar em casa nos motiva bastante. Nossa torcida sempre ajuda muito e temos certeza que desta vez será assim também”, concluiu o oposto do EMS Taubaté/Funvic.

No Sada/Cruzeiro, único invicto na competição, o grande dilema está na condição física dos jogadores, que estão em uma verdadeira maratona de partidas. Após quatro confrontos, o time celeste soma 11 pontos, com destaque para a vitória suada contra o Sesc-RJ no tie-break. Há menos de um mês, em 11 de outubro, os dois clubes decidiram o título da Supercopa 2017, e os mineiros levaram a melhor com vitória por 3 sets a 1, em Fortaleza.

“Não vai ser um jogo fácil. Sabemos que eles vão jogar melhor do que foi em Fortaleza, até mesmo por estar em casa, com apoio da torcida, e em um ambiente onde eles estão acostumados. Tudo isso vai ser positivo para eles. Mas, por outro lado, nós estamos em um ritmo forte de jogo, estamos preparados por sabermos da dificuldade de jogar lá dentro. Esse é um jogo pesado, que tem que ser jogado a cada ponto”, analisou o central Isac.

“A expectativa contra o Taubaté é sempre um jogo difícil. Deve ser um jogo bem diferente do que foi a decisão da Supercopa. Eu acho que em casa eles vão jogar muito melhor, porque já conhecem o ambiente. Normalmente quando a gente joga em casa o time joga bem e saca melhor, principalmente. A torcida também ajuda. Então acho que eles vão vir bem mais fortes. E se eles elevarem o nível com certeza nós vamos elevar também. Nós estamos indo para brigar de igual para igual e nosso objetivo é ganhar o jogo”, afirmou o líbero Serginho.

Equipes:

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Wallace, Lucarelli, Dante, Solé, Otávio e Thales (líbero)
técnico: Daniel Castellani

Sada/Cruzeiro: Nico Uriarte, Evandro, Filipe, Leal, Simon, Isac e Serginho (líbero)
técnico: Marcelo Mendez

foto: Rafinha / EMS Taubaté Funvic

Nenhum comentário:

Postar um comentário