domingo, 29 de outubro de 2017

(Superliga) No clássico da rodada, Minas Tênis Clube supera Montes Claros

O Minas Tênis Clube derrotou, de virada, o Montes Claros por 3 sets a 1, parciais de 20/25, 27/25, 25/22 e 26/24, na Arena, pela 3ª rodada da Superliga 2017/2018. Com o resultado, o time de Belo Horizonte chegou aos sete pontos e assumiu a 3ª colocação, enquanto o Pequi Atômico parou nos três pontos e aparece na 8ª posição na classificação geral.

Depois de uma bola muito disputada, o cubano Mesa abriu o placar do jogo para o Montes Claros. O time visitante ainda abriu 3 a 0 e, com Zanotti, abriu 6 a 2. Quando Lorena marcou 8 a 4, Nery Tambeiro pediu tempo. No erro do adversário, a diferença no placar aumentou em 15 a 10 ainda a favor do Montes Claros. Com Mesa pontuando bem, a equipe visitante fez 18 a 13. O Minas Tênis Clube reagiu e quando fez 17 a 20 foi a vez de Sérgio Cunha parar o jogo. No bloqueio de Flávio, o time da casa marcou 19 a 23. O central Mesa fechou o set para o Montes Claros em 25 a 20.

O segundo set começou com mais equilíbrio, com as equipes empatadas em 3 a 3. Com ponto de saque de Flávio, o Minas marcou 5 a 4. Com Lorena, o Montes Claros chegou ao empate em 7 a 7. Os visitantes passaram a frente e quando chegaram a 10/9, Nery Tambeiro pediu tempo. O Minas assumiu o comando do marcador e colocou três de vantagem em 16 a 13. O Montes Claros buscou e no bloqueio deixou tudo igual (16 a 16). Com Flávio, o Minas voltou a colocar dois de dianteira: 20 a 18. A reta final do set foi bastante disputado. No ace de Sandro, 23 a 23. E no bloqueio de Flávio, o Minas Tênis Clube fechou em 27 a 25.

Assim como na parcial anterior, o início foi bastante disputado. Os times empataram em 3 a 3, 5 a 5 e depois novamente em 9 a 9. No bloqueio de Flávio, o Minas colocou um de vantagem em 10 a 9. Também no bloqueio, com Zanotti, o Montes Claros marcou 11 a 10. O placar voltou a ficar igual em 15 a 15 com mais um ponto no fundamento bloqueio, desta vez com Honorato, do Minas. No erro do adversário, os donos da casa abriram dois: 17 a 15. O jogo voltou a ficar igual em 19 a 19 e o Minas fez 21 a 19, forçando Sérgio Cunha a pedir tempo. O time da casa fez 22 a 20. No final, melhor para os donos da casa: 25 a 22.

O quarto set começou como os outros primeiros, com muito equilíbrio (5 a 5). No ace de Tarcísio, o Montes Claros fez 7 a 6. Com ponto de Alemão, o time visitante abriu dois de diferença em 10 a 8. O Minas buscou e empatou em 10/10. No ace de Alemão, o Montes Claros marcou 13 a 12 e Nery Tambeiro pediu tempo. Na volta, mais um ponto de saque de Alemão e 14 a 12. Com o terceiro ponto de saque do oposto, 15 a 12. O Montes Claros abriu 17/13. Mesa bloqueou e marcou 19 a 15. O Minas diminuiu a diferença no placar (17 a 21) e Sérgio Cunha pediu tempo. Com bloqueio de Flávio, os donos da casa empataram em 21 a 21. Com mais dois pontos de bloqueio, 23 a 21. O Montes Claros buscou e deixou tudo igual: 23 a 23. No final, vitória do Minas por 26 a 24.

“Foi a nossa estreia em casa, sabíamos que ia ser um jogo difícil, apesar de conhecermos o adversário desde o Mineiro. Esse é sempre um clássico. Entramos um pouco sem foco, sem concentração, cometendo erros bobos, o passe não funcionou e isso dificultou a nossa virada de bola (...) No segundo set entramos com outra cabeça, outra motivação e determinados a vencer. Esse jogo era muito importante para o nosso time, pois Montes Claros é um adversário direto. Tentei motivar o grupo a partir do segundo set, tentei incendiar o time ali dentro de quadra e isso acabou funcionando”, disse o central Flávio, eleito o melhor em quadra.

As duas equipes voltam a quadra no próximo sábado. O Montes Claros encara, às 11h, o Corinthians/Guarulhos, no ginásio da Ponte Grande. Já o Minas Tênis Clube fará sua partida às 14h05min, contra o Vôlei Renata, no ginásio Taquaral.

Equipes:

Minas Tênis Clube: Marlon, Felipe Roque, Flávio, Pétrus, Honorato, Bisset e Rogerinho (líbero)
entraram: Maique, Carísio, Davy, Thiago Vanole e Quintana
técnico: Nery Tambeiro

Montes Claros: Sandro, Lorena, Tarcísio, Mesa, Vivalde, Zanotti e Alan (líbero)
entraram: Cristiano, Luan e Alemão
técnico: Sérgio Cunha

foto: Orlando Bento/MTC

Nenhum comentário:

Postar um comentário