domingo, 8 de outubro de 2017

(Paulista) EMS Taubaté/Funvic derrota Corinthians/Guarulhos e leva o tetra

Com grande presença de público no ginásio Ponte Grande, a EMS Taubaté/Funvic derrotou o Corinthians/Guarulhos por 3 sets a 2, parciais de 21/25, 25/19, 21/25, 26/24 e 15/12, e conquistou o Campeonato Paulista – Divisão Especial. Essa foi a quarta vez que o time do Vale do Paraíba levanta a taça de forma consecutiva, tendo feito uma campanha de 11 vitórias e três derrotas nesta edição.

O primeiro set começou com os saques do Corinthians/Guarulhos entrando bem. O time da casa iniciou melhor a partida com destaque para o trabalho eficiente do bloqueio. O EMS Taubaté/Funvic cometeu muitos erros e não se encontrou em quadra e esteve sempre atrás no marcador. O Corinthians/Guarulhos administrou a vantagem e venceu o primeiro set por 25 a 21.

O segundo set começou novamente com o Corinthians melhor em quadra, abrindo 5 pontos de vantagem. O Taubaté reagiu, encostou no placar e conseguiu o empate em 11 a 11. Daí em diante o set seguiu bem equilibrado. Com a defesa funcionando melhor, os visitantes conseguiram pela primeira vez no jogo estar à frente, em 17 a 16. A partir daí os taubateanos começaram a dominar e abriram vantagem de 3 pontos. O EMS Taubaté/Funvic melhorou bastante no ataque e num bloqueio de Otávio venceu por 25 a 19.

O terceiro set voltou a ter o Taubaté como protagonista. Mais tranquilos em quadra, os comandados do técnico Daniel Castellani comandaram as ações , variando bem o saque e fazendo o bloqueio funcionar. Depois de abrir boa vantagem, os taubateanos voltaram a errar e o Corinthians empatou em 9 a 9. O set seguiu equilibrado a partir daí, com o Taubaté cometendo muitos erros. O Corinthians/Guarulhos passou à frente e conseguiu abrir 4 pontos de vantagem. Com melhor aproveitamento nos bloqueios e contra-ataques, o Corinthians fechou em 25 a 21.

O quarto set começou com muito equilíbrio, com direito a disputas de bola bem acirradas. O equilíbrio foi constante até o 14º ponto, com as duas equipes trocando pontos. A partir daí, o Taubaté errou menos e abriu vantagem no placar. O Corinthians reagiu empatando em 18 a 18 com boa atuação do bloqueio. Em uma reta final de set emocionante, o EMS Taubaté/Funvic conseguiu fechar em 26 a 24.

O tie-break começou com o Taubaté sacando muito bem e jogando melhor. Logo a equipe do Vale do Paraíba impôs melhor volume de jogo e abriu vantagem confortável no placar. O Corinthians/Guarulhos esboçou uma reação, mas o bloqueio taubateano funcionou muito bem na reta final do set decisivo. Em uma cravada de Solé pelo meio de rede, a EMS Taubaté/Funvic fechou o tie break em 15 a 12.

“É um começo de temporada, mudamos de treinador, mudamos algumas peças no elenco, mas o time, por mais dificuldades que encontre dentro de quadra, mantém o foco e a união. Independente de como está o andamento do jogo, ganhando ou perdendo, mantemos o foco no jogo coletivo. O principal fator é esse, não largar o osso em nenhum momento”, disse o oposto Wallace.

“Muito bonita a final. Tivemos de tudo: bom jogo, erros, jogadas espetaculares e muita emoção. Mesmo não jogando bem, não perdemos a cabeça e conseguimos mais um título. O Corinthians/Guarulhos valorizou nossa vitória e também está de parabéns”, declarou o técnico Daniel Castellani. 

“Foi bonito, né? Acho que começamos um projeto muito legal e que tem tudo para crescer ainda mais. Não chegamos ao título, mas fomos vencedores também", destacou o líbero Serginho.

“Sem dúvida, saímos vitoriosos. Demos um passo importante, chegando à final. Temos uma mescla boa de experiência e juventude, mas alguns ainda precisam se afirmar. Mostramos que podemos jogar num bom nível e temos de trabalhar para manter essa condição durante toda a partida”, declarou o treinador Alexandre Stanzioni.

Equipes:

Corinthians/Guarulhos: Luizinho, Rivaldo, Riad, Rodrigo Ribeiro, Mineiro, Fábio e Serginho (líbero)
entraram: Rafael, Alan Patrick, Sidão, Gabriel e Ceará
técnico: Alexandre Stanzioni

EMS Taubaté/Funvic: Rapha, Wallace, Solé, Lucarelli, Otávio, Dante e Thales (líbero)
entraram: Renan, Lucas Madaloz e Rafael
técnico: Daniel Castellani

foto: Rosana Naggar/FPV

Nenhum comentário:

Postar um comentário