domingo, 8 de outubro de 2017

(Mineiro) Sada/Cruzeiro bate Minas Tênis Clube e fatura o octacampeonato

Jogando no ginásio do Riacho, em Contagem, o Sada/Cruzeiro bateu o Minas Tênis Clube por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 25/15, 22/25 e 25/14, conquistando assim o oitavo troféu consecutivo do Campeonato Mineiro e nono de sua história. Com apoio da arquibancada e destaque para o central Simon, que marcou 13 pontos na final, o time celeste fechou a campanha de forma invicta, vencendo as oito partidas que realizou no Estadual.

A primeira parcial começou bem equilibrada, com os ataques dos dois times funcionando bem. O Minas Tênis Clube chegou a ficar em vantagem até os instantes finais, mas a equipe cruzeirense, mais experiente, soube equilibrar as ações e contou também com erros do Minas para vencer em 25 a 23. Após o resultado negativo no primeiro set, os visitantes não conseguiram se encontrar em quadra na segunda parcial, enquanto o Sada/Cruzeiro tiveram mais volume de jogo e aproveitando a instabilidade do adversário consolidaram a vitória por 25 a 15.

Precisando da vitória, o Minas Tênis Clube voltou mais concentrado para o terceiro set. O time comandado por Nery Tambeiro largou na frente e soube conduzir bem a parcial. Com mais tranquilidade em quadra, a equipe trabalhou bem a virada de bola e venceu por 25 a 22. Mesmo embalado com a resultado da parcial anterior, os visitantes não conseguiram manter o mesmo ritmo no quarto set. O Sada/Cruzeiro abriu boa vantagem ainda no início do quarto set e só administraram para vencer em 25 a 14.

“É uma pressão muito grande que poucos entendem. Eu, Serginho e Leal estamos há mais tempo na equipe, com o Marcelo Mendez e toda a comissão técnica. Mas todos do elenco sabem da responsabilidade que é jogar no Sada Cruzeiro. Não é qualquer um que vem jogar nesse time. Tem que ter muita dedicação, muito comprometimento e entrega. O grupo todo está de parabéns. A gente sabe da dificuldade que é jogar com essa pressão de ter que vencer. Agora é festejar e vamos comemorar”, disse o capitão Filipe.

“Estamos treinando bastante e é o resultado de um bom trabalho. Agora temos que continuar centrados para as competições que estão chegando, porque estamos apenas no início. Hoje nós jogamos bem. Em alguns momentos não entrava o saque, mas o bloqueio ia bem. Quando o bloqueio não ia bem, compensávamos no ataque. Isso mostra como jogamos como um time, como uma família. Juntos sempre. Se ajudando, apoiando. Isso é muito lindo e temos que continuar trabalhando assim”, disse o central Simon.

“Em alguns momentos, eles tiveram sequências muito boas no saque e desestabilizaram a nossa equipe. Começamos a perder a referência no ataque. Também não soubemos ter o saque forçado. Sacamos forte, mas não entrou. Os saques foram errados. Méritos para eles, é uma equipe que faz frente com qualquer time do mundo”, disse o levantador Marlon.

Equipes:

Sada/Cruzeiro: Nico Uriarte, Evandro, Filipe, Leal, Simon, Isac e Serginho (líbero)
entraram: Fernando Cachopa, Alemão e Éder Levi
técnico: Marcelo Mendez

Minas Tênis Clube: Marlon, Felipe Roque, Bisset, Bob, Flávio, Pétrus e Rogerinho (líbero)
entraram: Maique, Carísio, Vanole, Davy e Honorato
técnico: Nery Tambeiro

foto: Renato Araújo/Sada Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário