sábado, 7 de outubro de 2017

Anfitrião da Taça Prata, UM Itapetininga busca vaga e espera casa cheia

Na última semana, a Confederação Brasileira de Vôlei divulgou os participantes e a sede da Taça Prata. Além de estar inscrito, o UM Itapetininga ainda comemorou a escolha do ginásio Ayrton Senna como palco da competição que ocorrerá de 23 a 29 de outubro e dará vagas para a Superliga B. Criado nesta temporada, o projeto já vem dando resultados tanto em quadra quanto fora dela, ao cativar vários torcedores.

“Estamos contentes de sermos escolhidos para a sede da Taça Prata, competição que dá acesso à Liga B. Toda diretoria trabalhou bastante para que isto acontecesse (...) A cidade está respirando voleibol, as pessoas gostam do time. Elas agora têm uma equipe pra torcer, o que para muitos, antes, era um sonho”, declarou o técnico Fabiano Magoo, que ainda falou da importância de ter a torcida ao lado em um torneio rápido e decisivo.

“Jogar na nossa casa, ao lado da nossa torcida nos traz, não só uma responsabilidade a mais, mas também um grande prazer, pois em todos os jogos ela nos motivou e nos ergueu, nos momentos difíceis. A competição será bem disputada e espero que o fator casa, nos fortaleça ainda mais”, concluiu o comandante do UM Itapetininga.

No Campeonato Paulista – Divisão Especial, o UM Itapetininga conquistou a 5ª colocação, sendo eliminado nas quartas de final pelo EMS Taubaté/Funvic, que neste sábado decide o título contra o Corinthians/Guarulhos. Na Taça Prata, os comandados de Fabiano Magoo terão como adversários alguns conhecidos do Estadual, casos de Super Vôlei Santo André, São José Vôlei e São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão. Além deles estarão na disputa os paranaenses PM/Foz/Pousada Cataratas e o Fadep/Sudati/Palmas, os mineiros de Conceição de Mato Dentro e do Amazonas a AA Nilton Lins.

foto: UM Itapetininga/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário