quinta-feira, 28 de setembro de 2017

(Paulista) Corinthians/Guarulhos vence Vôlei Renata e abre 1 a 0 na serie

No primeiro jogo válido pelas semifinais do Campeonato Paulista – Divisão Especial, o Corinthians/Guarulhos fez valer o fator casa e venceu o Vôlei Renata por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/23, 26/24 e 25/23, no ginásio da Ponte Grande. Com isso, o Timão joga por uma vitória simples na próxima sexta-feira, às 21h30min, no Taquaral para chegar a decisão, enquanto a equipe de Campinas precisa ganhar para forçar o golden set.

O Vôlei Renata não sentiu a pressão de jogar fora de casa, imprimiu um bom ritmo no saque no início do primeiro set e obrigou o adversário a gastar os dois tempos técnicos depois de uma sequência do oposto Leandro Vissotto no serviço, com direito ace e bloqueios de Vini (12 a 7). Com a vantagem, os campineiros mantiveram o bom desempenho na parcial controlando a virada de bola e, apesar da reação do adversário, saíram na frente, fazendo 25 a 23 após lindo ataque de Renan em cima da linha.

No segundo set, o time campineiro começou desatento e foi obrigado a reagir. A vantagem do Corinthians/Guarulhos, que chegou a ser de seis pontos (16 a 10), caiu para apenas dois após ace de Vissotto (17 a 15). A reta final da parcial foi carregada de tensão em cada virada de bola. O central Vini ainda conseguiu belo bloqueio, mas os donos da casa empataram a partida fazendo 25 a 23.

O equilíbrio predominou durante todo o terceiro set. Nenhuma das duas equipes conseguiu abrir mais de um ponto de frente e o placar seguiu empatado durante toda parcial de forma impressionante. Cada ataque, cada bloqueio era respondido na mesma altura dos dois lados. A igualdade seguiu até o final, sendo que o Corinthians/Guarulhos conseguiu fechar fazendo 26 a 24. 

O quarto set seguiu igual, com os dois ataques trabalhando bem. Quando o time mandante conseguia abrir vantagem, o Vôlei Renata ia lá e igualava o placar. O oposto Daniel, promessa das categorias de base, anotou dois aces em sequência e empatou a partida (23 a 23). Na reta final, novamente, os donos da casa mantiveram o sangue frio e fecharam em 25 a 23.

foto: Nicolas Ornellas/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário