quarta-feira, 6 de setembro de 2017

(Paulista) Corinthians/Guarulhos supera Vôlei Ribeirão e assume vice-liderança

Mesmo jogando na Cava do Bosque, o Corinthians/Guarulhos derrotou o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão por 3 sets a 0, parciais de 19/25, 21/25 e 16/25, pela 7ª rodada do Campeonato Paulista – Divisão Especial. Com o resultado, o Timão assumiu a vice-liderança, com 12 pontos, enquanto os comandados de Marcos Pacheco seguem no 7º lugar, com apenas três pontos.

O início do primeiro set foi equilibrado, com a torcida apoiando muito o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão. A partir da metade da primeira parcial, o time alvinegro conseguiu abrir distância no placar e se manter à frente. Com boas viradas de bola e distribuição do levantador Rodrigo, o Corinthians/Guarulhos fechou em 19 a 25.

O enredo da primeira parcial se repetiu na segunda. Apesar de um início novamente equilibrado, o Corinthians/Guarulhos conseguiu vantagem na pontuação com contra-ataque eficiente da segunda metade do set para frente. Apesar do susto após o 19º ponto, quando o Vôlei Ribeirão encaixou bons bloqueios, o time visitante fez 21 a 25.

A terceira parcial começou com os donos da casa na frente, porém com disciplina tática, bloqueio e saques potentes, o time do técnico Alexandre Stanzioni conseguiu comandar as ações de jogo, abrindo vantagem no placar e definindo a partida com 16 a 25.

“Viemos de duas vitórias em casa e precisávamos de uma vitória fora de casa para provar que o grupo está evoluindo. Foi muito importante. Apensar do placar em três a zero, foi um jogo muito difícil. Fiquei muito impressionado com a festa que a torcida de Ribeirão Preto fez. Foi um jogão. Temos que ainda melhorar nosso entrosamento, estamos com essa formação apenas há três partidas. Agora teremos um tempo maior de descanso e treino para encarar o Itapetininga semana que vem”, avaliou o ponteiro Fábio.

“Conseguimos suportar a pressão, não sentimos a pressão do jogo e da torcida, além disso conseguimos reverter algumas situações de jogo quando aumentou a pressão do outro lado e resolvemos isso no saque. O ponto principal hoje foi o nível mental do time e por isso vejo muita margem de crescimento para a equipe, precisamos manter essa questão que será o diferencial para a fase final do paulista”, declarou o treinador Alexandre Stanzioni.

“Nosso saque foi muito bom, conseguimos nos acertar taticamente contra a equipe deles até certo ponto do jogo. Mas depois nossa maneira de atacar não encaixou mais”, avaliou o ponteiro Willian.

“Não fizemos um jogo ruim. Precisamos apenas transformar em pontos algumas situações que criamos. O vôlei é cruel neste aspecto. É preciso aproveitar as chances, isso faz a diferença. Foi um jogo duro, o Corinthians é muito forte”, explicou o treinador Marcos Pacheco.

O próximo desafio do Corinthians/Guarulhos será contra o UM Itapetininga, no dia 13, às 20h, no ginásio da Ponte Grande. No mesmo dia e horário, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão encara a Climed/Atibaia, no ginásio Elefantão.

foto: July Stanzioni/Corinthians-Guarulhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário